Meteorologia

  • 24 MARçO 2019
Tempo
13º
MIN 12º MÁX 14º

Edição

I Liga - Os melhores tentos apontados na última jornada

Mais vídeos

Diretor desportivo da Juventus explica ao detalhe como contratou CR7

Fabio Paratici revela que foi Jorge Mendes quem deu conta da vontade do internacional português em rumar a Turim.

Diretor desportivo da Juventus explica ao detalhe como contratou CR7
Notícias ao Minuto

09:41 - 12/02/19 por Notícias Ao Minuto 

Desporto Fabio Paratici

Fabio Paratici, diretor desportivo da Juventus, concedeu, esta terça-feira, uma extensa entrevista ao jornal italiano Gazzetta dello Sport, onde ‘abre o livro’ a propósito da forma como se procedeu a contratação de Cristiano Ronaldo.

O dirigente revela que tudo começou no passado dia 11 de abril. No mesmo dia em que a Vecchia Signora foi a Madrid defrontar o Real Madrid para a segunda mão dos quartos-de-final da Liga dos Campeões, um simples diálogo com Jorge Mendes espoletou as negociações.

“Disse-lhe ‘O Cristiano marca golos incríveis’. Ainda tinha, nos meus olhos, com admiração e dor, a primeira mão [quando o português assinou ‘aquele’ pontapé de bicicleta]. Ele olha para mim e responde ‘Não vai acreditar, mas o Cristiano, se sair, quer ir para a Juventus. É menos estranho do que possa pensar. Depois falamos’”, recordou.

“Pensei que era uma piada, mas comecei a racionalizar. Encontrámo-nos no aeroporto de aviões privados de Linate, com Mendes e Giovanni Branchini [empresário italiano] para fechar aquele fenómeno que é o Cancelo, o que não demorou muito. Mendes olhou para mim, e agora era claro que estava a falar a sério ‘Lembra-se do outro assunto? Vai ver que o Ronaldo vai sair de Madrid. Digo-lhe claramente: ele só quer ir para a Juve. Já jogou no Manchester United, que é um dos maiores clubes ingleses, e no Real Madrid. Só vai para equipas históricas. Nunca jogou em Itália, quer vencer o título italiano. Se o quiser, ele vai’”, acrescentou.

Foi então que se começou a desenhar a transferência: “Disse-lhe ‘Está bem, explique-me um pouco daquilo que estamos a falar’. Claro que não me tinha esquecido e é claro que queria o Ronaldo. Cheguei preparado. Pensei ‘Se ele falar novamente, quero ver, como no póquer, que cartas tem na mão’”.

“‘Este é o salário, este é o valor da transferência’, disse ele. ‘Deixe-me pensar por alguns dias e depois dou-lhe uma resposta’. Não disse que não, caso contrário ele teria tentado noutro lugar”, rematou.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório