Meteorologia

  • 17 AGOSTO 2018
Tempo
27º
MIN 22º MÁX 29º

Edição

ONU pede que Israel e Hamas "se afastem da beira do precipício"

O enviado especial da ONU para o Médio Oriente, Nickolay Mladenov, pediu hoje a Israel e ao Hamas que "se afastem da beira do precipício" após uma onda de violência na Faixa de Gaza, onde quatro palestinianos morreram.

ONU pede que Israel e Hamas "se afastem da beira do precipício"
Notícias ao Minuto

20:26 - 20/07/18 por Lusa

Mundo Gaza

"Todos na Faixa de Gaza devem se afastar do precipício, não na próxima semana, não amanhã, IMEDIATAMENTE", escreveu Mladenov na sua conta na rede social Twitter.

Nickolay Mladenov acrescentou ainda que "aqueles que querem provocar uma guerra entre palestinos e israelitas não devem conseguir".

Entretanto, Israel advertiu que reagirá "muito mais duramente" contra o Hamas se o movimento islâmico continuar com o lançamento de foguetes da Faixa de Gaza para o território judeu.

A advertência foi feita hoje pelo ministro da Defesa, Avigdor Lieberman.

"Se o Hamas continuar com seus disparos de foguetes, Israel reagirá com muito mais força do que eles (os líderes do Hamas) pensam", alertou o ministro num comunicado, pouco depois do disparo de três foguetes a partir da Faixa de Gaza, dois dos quais foram intercetados.

Desde 30 de março que os palestinianos protestam regularmente no setor fronteiriço para denunciar o bloqueio imposto em Gaza e exigir o regresso dos refugiados palestinianos expulsos ou que fugiram das suas terras em 1948, no decurso da formação do Estado de Israel.

Mais de 100 palestinianos já foram mortos desde o início destes protestos, que não provocaram vítimas do lado israelita.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.