Suspeito de assassinar português no Brasil poderá ser hoje libertado

Crime ocorreu no sábado passado em Goiânia, no Brasil.

© Facebook/Jussileia Mota
País Brasil

O suspeito de ter assassinado à facada Francisco José Teixeira Gonçalves, de 39 anos, poderá ser esta terça-feira libertado, segundo a própria mulher da vítima comunica através das redes sociais, mostrando-se indignada com essa possibilidade.

PUB

O crime, noticiado pelo Notícias ao Minuto ontem, já foi entretanto confirmado pelas autoridades portuguesas que dizem, no entanto, desconhecer qualquer que seja a intenção da justiça brasileira.

Aliás, estas são decisões que "dependem única e exclusivamente das autoridades brasileiras", afirmou uma fonte do gabinete do secretário de Estado das Comunidades.

Francisco José Teixeira Gonçalves, recorde-se, foi assassinado no último sábado, em Goiânia, depois de se ter recusado a dar um cigarro a um jovem de 21 anos. Este ter-se-á dirigido a casa para ir buscar uma faca, tendo depois regressado ao estabelecimento (uma distribuidora de bebidas) e esfaqueado o português até à morte.

De acordo com o tenente Gleidson Chamom de Araújo, citado pelo G1, o jovem foi preso pouco tempo depois do homicídio. Os dois estariam a beber naquele estabelecimento, onde houve um desentendimento por causa de um cigarro. "Um pediu a outro, o outro recusou dar", confirmou o tenente.

O agressor ainda tentou fugir, mas acabaria por ser preso próximo da sua casa. Francisco era casado e tinha dois filhos menores, de 8 e 4 anos. O funeral de Francisco realizou-se ontem, no Brasil.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias Ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser