Meteorologia

  • 16 DEZEMBRO 2017
Tempo
10º
MIN 9º MÁX 10º

Edição

Morre porque médicos pensaram que estava a exagerar. "Não se humilhe"

Incidente ocorreu em agosto do ano passado. Entretanto foi levado a cabo um inquérito cujos pormenores começam agora a ser conhecidos.

Morre porque médicos pensaram que estava a exagerar. "Não se humilhe"
Notícias ao Minuto

14:48 - 31/07/17 por Patrícia Martins Carvalho

Mundo Inglaterra

Beatrice Lovane tinha 22 anos e vivia em Greater Manchester, em Inglaterra. Em agosto do ano passado sentiu dores de estômago, tendo-lhe sido prescritos medicamentos para as dores.

Porém, quando os tomou, a jovem piorou. De acordo com o relatório, a que o jornal Manchester Evening News teve acesso, Beatrice começou a ter vómitos violentos e dificuldades em respirar e a mãe ligou para o serviço de emergência a pedir ajuda.

Porém, quando os paramédicos chegaram a sua reação foi a que menos se esperava numa situação de emergência médica.

“Pare de ser engraçada e comporte-se. Mas o que é que está a fazer? Pare de se humilhar e caminhe até à ambulância”, disse um dos paramédicos a Beatrice que pediu para ser transportada numa cadeira de rodas até à viatura médica.

A jovem, mãe de uma criança, morreu poucas horas depois no hospital. A autópsia demonstrou que Beatrice morreu devido aos fármacos que tomou, pois sofria de uma doença hepática que não havia sido diagnosticada.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório