Meteorologia

  • 11 DEZEMBRO 2018
Tempo
13º
MIN 11º MÁX 15º

Edição

Diana Monteiro vítima de bullying: "Tinha uma cara feia, diziam elas"

A atriz, modelo e cantora diz ter desenvolvido "ansiedade crónica e ataques de pânico" como consequência dos 'ataques' que sofreu.

Diana Monteiro vítima de bullying: "Tinha uma cara feia, diziam elas"
Notícias ao Minuto

19:20 - 05/11/18 por Catarina Carvalho Ferreira 

Fama Revelações

Diana Monteiro resolveu esta segunda-feira, dia 5, partilhar com os seus fãs no Instagram um emocionante testemunho onde revela ter sido vítima de bullying na adolescência.

“’Diana é impossível teres sofrido de bullying’, foi isto que ouvi durante a minha vida adulta inteira.  Mas sofri e lembro-me muito bem!", começou por escrever a atriz, cantora e modelo, que diz ter sido gozada de forma "cruel" por várias colegas de escola.

“A minha ansiedade apareceu aos 10 anos e até aos 15 desenvolvi ansiedade crónica e ataques de pânico. Durante esses cinco anos acordava com palpitações antes de ir para a escola e o coração disparava só de pensar que tinha de ir, não conseguia perceber porque não me conseguia inserir.”, confessa.

Diana escondeu o pesadelo que vivia dos pais e tentou resolveu o problema faltando às aulas, até estes serem alertados pela escola do que estava a acontecer. 

“Nunca tratei mal ninguém, era uma miúda calada que sonhava muito e que tinha uma cara ‘feia’ segundo diziam as outras raparigas! Era uma miúda que só queria ter amigas, falar de rapazes, ir ao cinema e viver a adolescência, mas não consegui! Porque não me deixaram! Mas graças ao bullying tornei-me forte e resiliente", acrescentou. "O maior problema disto tudo é que o BULLYING destrói, nem toda a gente consegue e deixa sequelas graves, as minhas mazelas estão aqui, eu ainda tenho os meus fantasmas”, rematou a atriz.

Ver esta publicação no Instagram

“Diana é impossível teres sofrido de bullying “ foi isto que ouvi durante a minha vida adulta inteira. Mas sofri e lembro-me muito bem! A minha adolescência podia ter sido maravilhosa mas não foi, eu fazia tudo para passar despercebida e aguentar mais um dia sem ter os grupos de miúdas atrás de mim a gozar comigo da maneira mais cruel que possam imaginar , a minha ansiedade apareceu aos 10 anos e até aos 15 desenvolvi ansiedade crônica e ataques de pânico. Durante esses 5 anos acordava com palpitações antes de ir para a escola e o coração disparava só de pensar que tinha de ir, não conseguia perceber porque não me conseguia inserir. Os meus pais não perceberam nada, eu não falava, e faltei as vezes que consegui ate eles serem alertados pela escola que eu não ia. Nunca tratei mal ninguém, era uma miúda calada que sonhava muito e que tinha uma cara “ feia” segundo diziam as outras raparigas! Era uma miúda que só queria ter amigas, falar de rapazes, ir ao cinema e viver a adolescência, mas não consegui! Porque não me deixaram! Mas graças ao bullying tornei-me forte e resiliente , O maior problema disto tudo é que o BULLYING destrói, nem toda a gente consegue e deixa sequelas graves, as minhas mazelas estão aqui, eu ainda tenho os meus fantasmas, mas GUESS what? I made it! E o melhor ainda está para vir 

Uma publicação partilhada por ᴅıʌɴʌ ʍoɴᴛᴇıʀᴏ (@dianamonteiro_oficial) a 5 de Nov, 2018 às 11:00 PST

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as notícias dos famosos, realeza, moda e as mulheres mais elegantes.

O mundo das celebridades com fotos, vídeos e noticias de atores, atrizes e famosos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Fama ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório