Meteorologia

  • 19 NOVEMBRO 2017
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 15º

Edição

Esta águia voa baixinho e foi presa fácil para a pantera negra

Boavista arrancou vitória a um Benfica pouco esclarecido. Confira os destaques da partida no Desporto ao Minuto.

Esta águia voa baixinho e foi presa fácil para a pantera negra
Notícias ao Minuto

06:57 - 17/09/17 por Notícias Ao Minuto

Desporto Análise

Está confirmado. O Benfica atravessa uma fase delicada e espera-se resolução rápida da mesma para os lados da Luz. Na tarde/noite de sábado, os encarnados foram visitar o Boavista e saíram do Bessa sem nenhum ponto arrecadado (2-1).

Os golos de Renato Santos e Fábio Espinho – este a meias com Bruno Varela, que ficou muito mal na fotografia – abateram uma águia que continua a acusar de forma alarmante a falta de um pilar do jogo encarnado: é sérvio e chama-se Fejsa.

Águia sem brilho... e sem Fejsa

Olhando para o jogo encarnado, e depois de Jonas até ter inaugurado o marcador aos sete minutos, nota-se claramente que o Benfica enfrenta uma crise de identidade e de ideia de jogo. O Benfica sem Fejsa é claramente inferior ao Benfica com Fejsa. Um jogador não faz uma equipa, mas a verdade é que Fejsa ocupa uma posição fundamental no sistema tático de Rui Vitória. É ele que colmata as debilidades do quarteto defensivo e é ele quem solta Pizzi  - que por coincidência das coincidências tem estado vários furos abaixo do habitual - e que com a presença do sérvio pode jogar, pelo menos, mais uma dezena de metros à frente daquilo que tem feito nos últimos jogos. Estes dois argumentos chegam para descrever aquilo que falta ao Benfica neste momento.

Não está em causa a forma de Filipe Augusto. O brasileiro é um médio bastante distinto do internacional sérvio e como tal as funções diferem. O que está em causa são as fracas exibições - em conjugação com os maus resultados - protagonizadas pelas águias nesta época na ausência de Fejsa. 

Feitas as contas, o Benfica está agora a cinco pontos do líder Sporting e pode ficar à mesma distância do FC Porto caso os dragões vençam, este domingo, no terreno do Rio Ave. 

Há 11 anos que o Boavista não derrotava o Benfica

É preciso recuar até 9 de setembro de 2006 para encontrar o último triunfo do Boavista diante do Benfica Na referida data, o Boavista venceu por uns expressivos 3-0, com Rolando Linz a bisar e Kazmierczak a marcar. Ainda se lembra deles?

Esta foi também a primeira vitória de Jorge Simão sobre o Benfica. Ao sexto jogo, e depois de já ter passado pelo Desportivo de Chaves, Sporting de Braga, Belenenses e Paços de Ferreira, foi no Boavista que Jorge Simão desfez o jejum.

Golos precisam-se 

Recorrendo aos dados estatísticos, facilmente verificamos que o Benfica foi superior na grande maioria dos momentos do jogo. Ainda assim, quem não marca, arrisca-se a sofrer. Foi isso que aconteceu. O Benfica teve mais oportunidades, mas esbarrou numa boa exibição e na experiência de Vágner. 

BoavistavsBenfica
36%Posse de bola64%
15%Ataque perigoso21%
37%Ataques44%
48%Bola recuperada36%
6Tentativas de golo 13
4Remates à baliza9
2Remates fora 4
3Cantos11
1Fora de jogo 0
1/0Cartão amarelos/vermelhos1/0
15Faltas19

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório