Selecionador brasileiro fala em "momento de muita dor e tristeza"

O selecionador brasileiro de futebol, Tite, expressou hoje as "mais sinceras condolências" aos familiares dos jogadores da Chapecoense, que perderam a vida num acidente de aviação em Medellín, na Colômbia, num "momento de muita dor e profunda tristeza".

© Reuters
Desporto Brasil

"Envio as mais sinceras condolências aos familiares das vítimas do acidente ocorrido na Colômbia. É um momento de muita dor e de profunda tristeza. Muitos colegas de profissão viram subitamente os seus sonhos interrompidos", afirmou Tite numa declaração publicada no site oficial da federação brasileira (CBF).

PUB

No avião seguiam nove tripulantes e 72 passageiros, entre os quais a equipa de futebol, técnicos e dirigentes, bem como um grupo de jornalistas, numa viagem em que o avião fez escala na Bolívia e despenhou-se antes de chegar a Medellín, na Colômbia.

A aeronave transportava a delegação da equipa brasileira, que iria jogar a primeira mão da final da Taça Sul-americana com os colombianos do Atlético Nacional, em Medellín.

O guarda-redes Jackson Follmann, o lateral Alan Ruschel, o defesa-central Helio Zampier Neto, o jornalista Rafael Henzel e dois membros da tripulação foram retirados com vida dos destroços do avião, que caiu a cerca de 50 quilómetros de Medellín.

Na lista anterior, não constava o jogador Zampier Neto, que foi entretanto encontrado com vida, mas incluía Marcos Danilo Padilha, que foi resgatado, embora não tenha sobrevivido aos ferimentos, segundo a imprensa brasileira.

 

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS