Meteorologia

  • 26 ABRIL 2019
Tempo
13º
MIN 12º MÁX 14º

Edição

Sporting - Não perca os últimos golos e lances polémicos

Mais vídeos

Douglas arrasa Sporting: "Trataram-me como um moleque de 15 anos"

Central brasileiro reconhece que chegou a Alvalade "acima do peso", mas lamenta a falta de apoio do clube quando acusou positivo num controlo anti-doping.

Douglas arrasa Sporting: "Trataram-me como um moleque de 15 anos"
Notícias ao Minuto

13:24 - 27/10/18 por Notícias Ao Minuto 

Desporto Entrevista

Contratado ao Trabzonspor no verão de 2016, Douglas Teixeira realizou apenas sete jogos de leão ao peito ao cabo de duas temporadas. Em janeiro deste ano, acusou positivo num controlo anti-doping e, em julho, acabou por formalizar a rescisão de contrato.

Agora formalmente livre, o central concedeu uma extensa entrevista à edição brasileira do portal Goal, onde lamenta a forma como foi tratado em Alvalade e recorda que, para assinar, abdicou “de mais de 500 mil euros por ano”: “Fui muito desrespeitado no Sporting, a maneira como me trataram... Cheguei ao clube com 28 anos, experiente, com uma história, mas trataram-me como um moleque de 15 anos”.

“Quando cheguei, muita gente disse que eu estava acima do peso. De fato, cheguei acima do peso. O Jorge Jesus, no entanto, sabia da minha condição física, visto que eu não tinha participado na pré-temporada no Trabzonspor. Recuperei o peso ideal num período de quatro a cinco semanas. O próprio Jesus elogiou-me pelo esforço, mas ainda assim pediu para que eu perdesse mais alguns quilos. Mas, no geral, ele estava satisfeito. Esforcei-me, fiz de tudo... Mas não demorou muito tempo para o Sporting não ser leal comigo e não cumprir o projeto acordado”, atirou.

Douglas reconhece que o facto de não ter merecido a confiança de Jorge Jesus o “desanimou muito”. E, além disso, não esquece que, em maio de 2017, foi formalmente dispensado por “mensagem”, à imagem do que sucedeu com “Bryan Ruiz, Schelotto, Zeegelaar e Castaignos”.

“Caí no doping porque tomei um diurético que a minha esposa me deu, mas, sinceramente, eu não imaginava que viria a acontecer tudo o que aconteceu. Era um dia de folga, estava um pouco inchado. Ela, então, disse que tinha um remédio que poderia ajudar, era um remédio que ela tinha tomado uma vez durante a gravidez. Eu nunca fui de tomar muito remédio, nem mesmo para dor de cabeça. Fui, tomei e continuei normalmente o meu dia. No dia seguinte, já no clube, fiz um exame, mas não imaginava que o remédio viria a ser apanhado”, apontou.

“Quando saiu o resultado, eu já não estava a treinar com a equipa principal. Lembro que estava em casa e fui chamado pelo doutor João Lobo, que avisou que havia chegado uma carta para mim. Fui então para Alvalade, e lá ele me mostrou o documento. Na mesma hora lembrei-me de ter tomado o remédio, expliquei o que havia acontecido e que, de fato, a culpa era minha. Mas tomei o remédio na pura inocência, não sabia da gravidade”, acrescentou.

Foi então que o Sporting tomou a decisão de “suspender o salário” de Douglas, algo que o próprio considera “justo”. Ainda assim, aponta o dedo a Jorge Jesus pela falta de apoio: “Nunca mais me procurou, nem mesmo quando eu estava a treinar no campo ao lado. Nunca me veio perguntar como estava, nunca me foi dar um abraço, nunca me desejou sorte. Pediu a minha contratação, mas, no fim, largou-me. Mas não guardo mágoas, não sou de guardar mágoas de ninguém. Não tenho mágoas do Sporting, não tenho mágoas da diretoria ou do Jorge Jesus, nada disso. Desejo o melhor para todos. Mas que foi duro foi, e eles sabem o que fizeram de errado comigo”.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório