Meteorologia

  • 26 JUNHO 2017
Tempo
24º
MIN 22º MÁX 25º

Edição

Pedrógão Grande: Três aldeias evacuadas num "combate sem tréguas" ao fogo

A ministra da Administração Interna afirmou hoje que foram evacuadas três aldeias devido ao incêndio que deflagrou no sábado em Pedrógão Grande, no distrito de Leiria, elogiando o trabalho dos bombeiros num "combate sem tréguas" ao fogo.

Pedrógão Grande: Três aldeias evacuadas num "combate sem tréguas" ao fogo
Notícias ao Minuto

16:23 - 18/06/17 por Lusa

País Ministra

De acordo com Constança Urbano de Sousa, o incêndio lavra com "quatro frentes ativas", duas das quais já estavam dominadas, mas reacenderam, devido às "condições meteorológicas muito adversas".

Em declarações aos jornalistas, a ministra da Administração Interna indicou que foram evacuadas três aldeias. Fonte dos bombeiros precisou que as três aldeias evacuadas são Graça e Derreada Cimeira, no concelho de Pedrógão Grande, e Alge, em Figueiró dos Vinhos.

"Os nossos operacionais estão a dar o melhor que podem e sabem a trabalhar para combater este fogo. Neste momento, o tempo é mesmo de combate, de um combate sem tréguas", declarou Constança Urbano de Sousa, referindo que é preciso "manter o ânimo" dos operacionais no terreno e que têm realizado um trabalho "magnífico".

Segundo a ministra, os meios terrestres estão a ser reforçados com seis pelotões militares e com mais dois grupos de bombeiros, e os meios aéreos "vão ser reforçados com mais dois Canadair espanhóis, que estão a caminho, e amanhã [segunda-feira] com Canadair franceses".

Questionada sobre se os meios não deviam ter sido reforçados mais cedo, Constança Urbano de Sousa afirmou que "os meios estão sempre, constantemente, a ser reforçados", advogando que é preciso não esquecer que existem outras ocorrências no país.

"Estamos a disponibilizar todos os meios possíveis neste momento", assegurou a ministra da Administração Interna, em relação ao incêndio que deflagrou no sábado em Pedrógão Grande e que continua a lavrar neste concelho e nos de Figueiró dos Vinhos e Castanheira de Pera, no distrito de Leiria.

Constança Urbano de Sousa espera que o cair da noite ajude no combate às chamas, uma vez que a percentagem de humidade no ar pode contribuir para que haja um arrefecimento que permita um combate mais eficaz.

Em relação a outros incêndios a lavrar em território nacional, a ministra destacou o fogo de Góis, no distrito de Coimbra, referindo que "também é muito preocupante", uma vez que lavra com duas frentes ativas.

O fogo em Pedrógão Grande, no distrito de Leiria, deflagrou ao início da tarde de sábado numa área florestal e alastrou-se aos municípios vizinhos de Castanheira de Pera e Figueiró dos Vinhos, obrigando a evacuar povoações ou deixando-as isoladas.

Segundo o último balanço, feito cerca das 16:00, o incêndio provocou 61 mortos.

Campo obrigatório