Meteorologia

  • 22 OUTUBRO 2019
Tempo
14º
MIN 11º MÁX 19º

Edição

Auditoria ao concurso da Segunda Circular estará concluída em abril

O vereador das Finanças da Câmara Municipal de Lisboa apontou hoje que a auditoria interna do município para averiguar eventuais conflitos de interesses no concurso da Segunda Circular, iniciada no final do ano, deverá estar concluída em abril.

Auditoria ao concurso da Segunda Circular estará concluída em abril

"Está prevista para abril a conclusão dos trabalhos", afirmou o vereador João Paulo Saraiva na reunião pública da Câmara Municipal de Lisboa, que decorreu hoje nos Paços do Concelho.

A questão foi levantada pelo vereador do PSD António Prôa durante o período antes da ordem do dia da reunião, que questionou a maioria socialista sobre quando serão conhecidas as conclusões da auditoria.

Em resposta, o vereador João Paulo Saraiva indicou que houve uma "certa dificuldade no arranque da auditoria", uma vez que a Câmara "foi à procura de um perito externo para que não houvesse dúvidas quanto à sua qualidade".

"Fomos à procura de peritos, do melhor que havia, e encontrámos", acrescentou.

O autarca precisou que, por este facto, a auditoria teve início "em final de dezembro, princípio de janeiro".

"Temos toda a urgência que a auditoria seja feita [...] e queremos que seja bem feita", salientou.

Em setembro do ano passado, a Câmara de Lisboa anulou o concurso da Segunda Circular e abriu um inquérito para averiguar eventuais conflitos de interesses, detetados pelo júri do procedimento, por parte de um projetista que também comercializa a mistura betuminosa que iria ser usada no piso.

A decisão levou à paragem da obra (iniciada dois meses antes) num troço mais pequeno da Segunda Circular, entre o nó do Regimento de Artilharia de Lisboa e a Avenida de Berlim, por a equipa ser a mesma.

"Foi constituído [um júri], com entidades externas ao próprio município, para fazer uma auditoria interna. Acho que essa auditoria vai, no fundo, confirmar aquilo que foi o relatório feito pelos serviços da câmara, de que efetivamente não havia possibilidades de prosseguir", indicou à agência Lusa o vereador do Urbanismo, Manuel Salgado, em janeiro.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório