Meteorologia

  • 20 JULHO 2019
Tempo
26º
MIN 24º MÁX 29º

Edição

Sylvester, o chimpanzé que foge à norma e assume papel de pai protetor

Não é comum ver os machos alfa a agirem assim.

São raros os casos científicos que dão conta de chimpanzés machos alfa a exercerem o seu papel de pais.

Refere o La Vanguardia que as cenas de violência entre grupos de chimpanzé sobre os seus descendentes são frequentes, registando-se muitos casos de infanticídio. A explicação, crê-se, é que desta forma os machos alfa tentam acabar com os descendentes machos, tendo mais fêmeas à sua disposição.

Agora, no Uganda, foi encontrado aquele que se crê ser dos poucos chimpanzés que exercem o seu papel de pai, isto no sentido mais humanizado da palavra. 

Sylvester foi alvo de um estudo publicado na revista 'Primates', da autoria das professoras Marie Cabot e Maureen McCarthy, do Departamento de Ciências Sociais da Universidade de Oxford, no Reino Unido, em conjunto com o Projeto Comunitário de Chimpanzés de Bulindi. 

As investigadoras concluíram que Sylvester carregava frequentemente ao colo um bebé, em relação a quem demonstrava cuidados excecionais. Ao contrário do habitual, a criança não foi sujeita a agressões e ao terceiro dia juntou-se à sua mãe, sem que esta também apresentasse sinais de violência.

"O macho alfa nunca mostrou agressividade para com a cria, mostrou comportamentos atentos, por exemplo, ao carregá-la junto ao peito, aconchegando-a e balançando-a", revelam as investigadoras, referindo que se provou que seria o pai da cria. Contudo, admitem, serão necessários mais estudos, para determinar uma explicação para o seu comportamento.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório