Meteorologia

  • 21 NOVEMBRO 2017
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 15º

Edição

EDP Renováveis assina mais um contrato de produção nos Estados Unidos

A subsidiária de energia sustentável da EDP continua a fechar acordos com empresas norte-americanas. No Estado do Indiana, a venda de energia irá duplicar.

EDP Renováveis assina mais um contrato de produção nos Estados Unidos
Notícias ao Minuto

09:03 - 16/08/17 por Bruno Mourão

Economia Energia

Num comunicado oficial enviado esta manhã à Comissão do Mercado dos Valores Mobiliários, a EDP Renováveis revelou que irá aumentar a venda de energia eólica no Estado do Indiana graças a um novo contrato de fornecimento: "A EDP Renováveis, S.A. (“EDPR”), através da sua subsidiária EDP Renewables North America LLC, estabeleceu um contrato de longo-prazo com a Cummins Inc., para a venda de energia produzida por 75 MW relativos ao parque eólico Meadow Lake VI". 

"Inicialmente o projecto eólico Meadow Lake VI assegurou um contrato de longoprazo de 75 MW, como comunicado em Novembro de 2016. O projecto, que irá agora totalizar 150 MW, está localizado no Estado de Indiana com inicio das operações esperado ocorrer em 2018", garante a energética portuguesa. 

"Com este novo acordo a EDPR já assegurou 1,3 GW de contratos de longo-prazo nos EUA, para projectos a serem instalados em 2016-2020 (0,4 GW em 2016, 0,4 GW em 2017 e 0,4 GW em 2018), representando actualmente mais de 70% dos 1,8 GW de objectivo de adições de capacidade nos EUA para o período, conforme comunicado em Maio de 2016, no Dia do Investidor do Grupo EDP." 

"A EDPR irá continuar a executar a sua estratégia de crescimento suportado no desenvolvimento de projectos competitivos e com visibilidade de longo-prazo", pode ainda ler-se no comunicado.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório