Meteorologia

  • 16 MAIO 2022
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 22º

Juros da dívida sobem a dois, a cinco e a 10 anos

Os juros da dívida portuguesa estavam hoje a subir a dois, a cinco e a 10 anos em relação a sexta-feira, alinhados com os de Espanha.

Juros da dívida sobem a dois, a cinco e a 10 anos

Às 08:30 em Lisboa, os juros a 10 anos avançavam para 0,281%, contra 0,274% na sexta-feira, depois de terem terminado em terreno negativo nas sessões de 08, 11 e 15 de janeiro, contra o atual mínimo de sempre, de -0,059%, verificado em 15 de dezembro de 2020.

Os juros a 10 anos também estiveram em terreno negativo entre 08 e 16 de dezembro do ano passado.

Os juros a cinco anos subiam para -0,415%, contra -0,424% na sexta-feira, depois de terem recuado para o atual mínimo de sempre, de -0,506%, em 15 de dezembro de 2020.

No mesmo sentido, os juros a dois anos avançavam, para -0,783%, contra -0,784% na sexta-feira e o mínimo de sempre, de -0,814%, em 29 de novembro.

Os juros de Itália baixavam em todos os prazos, enquanto os da Grécia desciam a dois anos e subiam a cinco e a 10 anos e os da Irlanda avançavam a dois e a cinco anos e recuavam a 10 anos.

Leia Também: Juros da dívida caem a dois anos e sobem a cinco e a 10 anos

Notícias ao Minuto nomeado para os Prémios Marketeer

O Notícias ao Minuto é um dos nomeados da edição de 2022 dos Prémios Marketeer, na categoria de Digital Media. As votações decorrem até ao próximo dia 31 de maio.

Para nos ajudar a vencer, basta aceder ao site da iniciativa organizada pela revista Marketeer, clicando aqui, e proceder ao preenchimento do formulário, selecionando Notícias ao Minuto na categoria de Digital Media e formalizando depois a votação. Obrigada pela sua preferência!

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório