Meteorologia

  • 23 SETEMBRO 2021
Tempo
25º
MIN 16º MÁX 25º

Edição

Sogenave vai investir 22 milhões em Centro Logístico no Barreiro

A Câmara do Barreiro aprovou um conjunto de incentivos à instalação de um Centro Logístico da Sogenave, com 572 postos de trabalho, um investimento de 22 milhões de euros previsto para 2023, revelou hoje a autarquia.

Sogenave vai investir 22 milhões em Centro Logístico no Barreiro
Notícias ao Minuto

14:21 - 22/07/21 por Lusa

Economia Sogenave

Segundo o vereador do Desenvolvimento Económico da Câmara do Barreiro, Rui Braga, o projeto da Sogenave, que deverá arrancar em 2023, vai beneficiar de um "desconto de 60% face ao valor das taxas que vierem a ser calculadas, três anos de isenção do IMI [Imposto Municipal sobre Imóveis] e três anos de isenção da Derrama".

"Estes incentivos fiscais, aprovados na quarta-feira em sessão de câmara ao abrigo do Regulamento Municipal de Incentivos ao Investimento, têm como contrapartida a manutenção dos pressupostos da candidatura durante 10 anos, ou seja, a cidade do Barreiro garante que a Sogenave vai pagar o IMI e a Derrama pelo menos durante sete anos", justificou o vereador da Câmara do Barreiro, de maioria PS, em declarações à Lusa.

Rui Braga salientou ainda que a Sogenave -- que compra, vende e distribui produtos alimentares e não alimentares no território nacional - se comprometeu a mudar a sua sede para o concelho do Barreiro (distrito de Setúbal), outra condição estabelecida pelo município para a atribuição dos incentivos fiscais.

"O objetivo não é só garantir estes 10 anos, mas que a empresa fique aqui muitos anos, muitas décadas, a criar riqueza, a criar postos de trabalho e a pagar a Derrama", acrescentou o autarca socialista.

De acordo com a Câmara do Barreiro, a construção deste centro logístico e de distribuição da Sogenave, para armazenamento e centro de distribuição de produtos, deverá arrancar no início de 2023.

O futuro edifício, a ser construído num terreno de 2.100 metros quadrados na União de Freguesias de Palhais e Coina, terá três pisos e quatro unidades funcionais, para armazém ambiente, armazém de frio, áreas administrativas e zonas técnicas e sociais. No exterior está prevista a construção de parques de estacionamento e espaços verdes.

De acordo com a informação disponibilizada pelo município, a Sogenave faz parte do grupo Trivalor, uma 'holding' com mais de 50 anos de atividade e 100% nacional, e as instalações do Barreiro deverão albergar também as outras empresas deste grupo português.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório