Meteorologia

  • 28 JULHO 2017
Tempo
26º
MIN 23º MÁX 28º

Edição

Saldo conjunto da balança corrente e de capital foi positivo em janeiro

Com quase todos os componentes a terem desempenhos positivos, os cálculos das duas importantes balanças de comércio e finanças acabaram por trazer boas notícias.

Saldo conjunto da balança corrente e de capital foi positivo em janeiro
Notícias ao Minuto

12:32 - 20/03/17 por Bruno Mourão

Economia BdP

O primeiro mês de 2017 trouxe boas notícias no que toca à balança corrente e de capitais de Portugal: "O saldo conjunto das balanças corrente e de capital fixou-se em 54 milhões de euros, tendo aumentado 258 milhões de euros em comparação a janeiro de 2016. Para esta evolução contribuíram todas as componentes da balança corrente, com exceção dos bens e da balança de capital". 

Em comunicado oficial divulgado esta manhã, o Banco de Portugal detalhou o comportamento dos componentes de ambas as balanças durante janeiro deste ano em comparação com o mesmo mês do ano passado: "A balança de bens e serviços apresentou um défice de 204 milhões de euros, o que compara com um défice de 32 milhões de euros em janeiro de 2016, influenciado pela evolução da balança de bens. No primeiro mês de 2017, as exportações cresceram 18% (19,8% nos bens e 15,1% nos serviços), abaixo dos 22 por cento registados nas importações (22,6% nos bens e 17,1% nos serviços). No conjunto dos serviços, o excedente da rubrica “Viagens e turismo” aumentou 53 milhões de euros fixando-se em 366 milhões de euros". 

"O défice da balança de rendimento primário, de 120 milhões de euros, diminuiu 221 milhões de euros, sobretudo devido ao aumento dos subsídios recebidos da União Europeia e à redução dos dividendos pagos ao exterior." 

"O saldo da balança financeira registou um aumento dos ativos líquidos de Portugal sobre o exterior no valor de 496 milhões de euros. De destacar o aumento dos depósitos de bancos residentes no exterior e do investimento líquido do banco central em dívida de longo prazo, emitida por entidades supranacionais. Em sentido contrário, as sociedades não financeiras registaram uma diminuição de ativos líquidos sobre o exterior, em resultado do investimento de não residentes em empresas do grupo em Portugal", destaca o banco regulador nacional.

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório