Meteorologia

  • 21 AGOSTO 2018
Tempo
27º
MIN 25º MÁX 29º

Edição

Ascenso elogia solução à Esquerda de Costa e quer "maioria mais ampla"

O dirigente e deputado socialista Ascenso Simões fez hoje a defesa de "uma maioria mais ampla possível" para o PS nas próximas eleições e elogiou o acordo de Governo com os partidos de Esquerda.

Ascenso elogia solução à Esquerda de Costa e quer "maioria mais ampla"
Notícias ao Minuto

13:18 - 26/05/18 por Lusa

Política Congresso PS

"A solução para o PS passa por uma reafirmação do nosso espaço político, pela conquista de uma maioria mais ampla possível", afirmou, na sua intervenção no 22.º Congresso Nacional do PS na Batalha, distrito de Leiria.

Ascenso Simões admitiu que não foi um entusiasta da solução governativa em 2015, mas considerou que, neste momento, não há alternativas, nem entendimentos possíveis à direita.

O CDS-PP "é um partido infantil" e não é possível "um entendimento" com "este PSD", disse, lembrando as más experiências, para o PS, de entendimentos em 1977 com os centristas e com o Bloco Central, em 1983/85.

Ascenso Simões contou ainda a "teoria do poço", quando esteve no Ministério da Administração Interna (2005-2007) e os adjuntos tinham problemas -- incêndios, inundações, acidentes - e "estavam no poço".

Era António Costa, então ministro, quem descobria uma solução que ninguém teria visto.

"Mesmo que saíssemos de lá [do 'poço'] sem uma orelha ou sem uma perna", contou.

Ascenso elogiou esta característica única de António Costa, atual secretário-geral do PS e primeiro-ministro, que "transformou uma solução governativa impossível numa solução governativa positiva como a que temos vivido".

Também numa intervenção no Congresso socialista, o deputado e vice-presidente da bancada do PS Pedro Delgado Alves salientou que o atual Governo fez mais do que derrubar o executivo de direita e identificou o programa eleitoral do partido como a chave do sucesso.

"Essa deve voltar a ser a nossa matriz: o ponto inicial é o nosso programa e vai ser a bandeira que vamos levar nos debates que se avizinham", defendeu.

Por outro lado, o deputado sublinhou ser "claro" quem são os parceiros que possibilitarão novos avanços em matérias como habitação, saúde e educação.

"Essa resposta tem estado nos nossos parceiros à Esquerda, pode não ser assim para sempre, mas neste momento é uma âncora certa saber onde podemos construir estas pontes e continuar a aprofundar os direitos fundamentais", disse, aproveitando para saudar a vitória do "sim" no referendo pela legalização do aborto na Irlanda.

Pedro Delgado Alves contestou ainda as críticas feitas antes por Daniel Adrião de que uma discussão ideológica poderia dividir o PS, dizendo que "mesmo quando é suave, o populismo é perigoso".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.