Atentado: Espanha e Alemanha "ao lado" de França

Os governos de Espanha e da Alemanha declararam-se hoje "ao lado" de França, após o ataque que matou um polícia e feriu gravemente dois em Paris, reivindicado pelo grupo extremista Estado Islâmico.

© Reuters
Mundo Paris

"Sigo com preocupação a informação que nos chega de Paris. Sentimos como própria a dor do povo francês nestes momentos difíceis", escreveu o primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, na sua conta no Twitter.

PUB

A Alemanha está "firme e determinadamente ao lado da França", anunciou o Ministério dos Negócios Estrangeiros alemão na sua conta no Twitter.

"Notícias chocantes de Paris. Choramos as vítimas e estamos firmes e determinados ao lado da França", acrescentou.

Pouco depois, o porta-voz da chanceler alemã, Angela Merkel, escreveu, também no Twitter, que Merkel "manifestou a sua compaixão com as vítimas e suas famílias".

Um polícia foi morto e dois outros feridos num tiroteio na avenida dos Campos Elíseos, em Paris, cujo autor foi abatido pela polícia, segundo as autoridades francesas.

O grupo 'jihadista' Estado Islâmico reivindicou o ataque através da sua agência de propaganda, Amaq.

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS

Acompanhe as transmissões ao vivo da Primeira Liga, Liga Europa e Liga dos Campeões!

Obrigado por ter ativado as notificações do Desporto ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias Ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser