Bélgica acusa quatro pessoas de atividades terroristas após buscas

A justiça belga acusou hoje quatro pessoas de atividade terrorista, na sequência de 15 operações de busca realizadas ao princípio da manhã em Gante, Antuérpia e Deinze, no norte do país, informou o gabinete do procurador.

© Reuters
Mundo Justiça

Bruxelas, 18 out - A justiça belga acusou hoje quatro pessoas de atividade terrorista, na sequência de 15 operações de busca realizadas ao princípio da manhã em Gante, Antuérpia e Deinze, no norte do país, informou o gabinete do procurador.

PUB

"Estas pessoas foram acusadas de participação em atividades de um grupo terrorista, entre outras o seu financiamento", lê-se num comunicado à imprensa.

"Algumas delas são suspeitas de recrutar pessoas para irem para a Síria e se juntarem lá ao Estado Islâmico", acrescenta o texto.

Quinze pessoas foram inicialmente detidas para interrogatório em várias localidades da Flandres, "nomeadamente" Gante, Antuérpia e Deinze, precisa o comunicado.

De momento, "não há qualquer relação" com a investigação aos atentados de 22 de março em Bruxelas, afirmam as autoridades.

"Não foram encontradas armas nem explosivos" nas buscas realizadas.

 

COMENTÁRIOS REGRAS DE CONDUTA DOS COMENTÁRIOS