Meteorologia

  • 29 NOVEMBRO 2021
Tempo
16º
MIN 10º MÁX 16º

Edição

AO MINUTO: Mais de 1.600 recuperados por cá; Sputnik eficaz contra Delta

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no mundo.

AO MINUTO: Mais de 1.600 recuperados por cá; Sputnik eficaz contra Delta

Portugal está no topo da lista dos países da União Europeia com maior incidência de Covid-19 e a partir de hoje está na 'lista vermelha' da Alemanha, que obriga os viajantes provenientes do território português a uma quarentena de 14 dias.

Num momento em que a aceleração do processo de vacinação contra a Covid-19 é uma prioridade para combater a variante Delta, o país atingiu ontem as oito milhões de doses de vacinas administradas no Continente. Neste momento, cinco milhões de pessoas já receberam a primeira dose e mais de três milhões estão completamente imunizadas. 

Entretanto, a Direção-Geral da Saúde (DGS) anunciou que o autoagendamento da toma da vacina já está disponível online para pessoas com 33 anos ou mais. 

Contudo, o número de pessoas que faltam à marcação da primeira toma da vacina sem uma justificação válida aumentou nos últimos dias. O problema, segundo os governantes, agrava-se nos dias de bom tempo, o que faz com que os profissionais de saúde tenham de fazer um maior esforço para evitar o desperdício de vacinas.

Pode consultar nestes mapas interativos a evolução da pandemia de coronavírus em Portugal e no mundo

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no mundo:

15h56 - Este registo terminou. Continue a acompanhar os principais sobre a pandemia em Portugal e no mundo AQUI. 

15h39 - Centros de vacinação vão passar a ter presença de forças de segurança. Os centros de vacinação contra a Covid-19 vão passar a ter a presença de uma força de segurança, indica uma orientação da Direção-Geral da Saúde hoje publicada, que prevê ainda voluntários no apoio às pessoas a vacinar. 

15h16 - Von der Leyen antevê verbas da recuperação a chegarem aos países em julho. A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, disse hoje que Bruxelas "está pronta" para desembolsar o pré-financiamento das primeiras verbas de recuperação pós-crise da Covid-19, antevendo "dinheiro a fluir" para os países em julho.

14h53 - Cerca de 18% dos portugueses já recorreram à telemedicina. Cerca de 18% dos portugueses já recorreram à telemedicina e vão continuar a fazê-lo, de acordo com o Barómetro Europeu do Observador Cetelem, divulgado esta terça-feira.  

14h34 - Metas sobre imunidade de grupo têm de ser "revistas e atualizadas". A ministra da Saúde defendeu hoje que as metas sobre a imunidade de grupo à Covid-19 têm de ser "revistas e atualizadas" face à dinâmica da transmissão da infeção e a emergência de novas variantes como a Delta.

14h23 - Portugal com mais 1.746 novos casos e seis mortes. Portugal registou, nas últimas 24 horas, mais 1.746 novos casos de infeção por Covid-19 e seis óbitos associados à doença, segundo indica o relatório diário da Direção Geral da Saúde (DGS) divulgado esta tarde. 

De todos os casos reportados hoje, 965 foram identificados na região de Lisboa e Vale do Tejo, bem com cinco das seis vítimas mortais, sendo que uma foi registada no Norte. Ainda assim, verificou-se um aumento significativo do número de recuperados, mais 1.677, e uma diminuição do número de pessoas internadas em enfermarias, menos 10.

14h11 - China pede ao G20 para evitar restrições às vacinas. O ministro dos Negócios Estrangeiros da China, Wang Yi, pediu hoje aos produtores de vacinas contra a Covid-19 que evitem "restrições à exportação" ou que as monopolizem "excessivamente", para eliminar diferenças entre países ricos e pobres.

13h51 - Sputnik V tem cerca de 90% de eficácia contra a variante Delta. A vacina russa Sputnik V cerca de 90% de eficácia contra a variante Delta, informou esta tarde a agência de notícias RIA, que cita declarações de Denis Logunov, diretor do instituto que desenvolveu a vacina. 

13h40 - Fim moratórias. BE propõe regime transitório de renegociação de créditos. O BE apresentou hoje um projeto de lei que estabelece um regime especial transitório de renegociação de créditos à habitação para pessoas abrangidas pelas moratórias bancárias, que limita as prestações a 35% do rendimento do agregado.

13h30 - Investigadores portugueses estudam potencial vacina oral. Um grupo de investigadores portugueses está a estudar uma potencial vacina oral contra o coronavírus SARS-CoV-2, responsável pela covid-19, e os resultados da primeira fase do estudo revelam que é capaz de criar anticorpos no sistema imunitário dos ratinhos.

13h20 - Pandemia já matou mais de 3,93 milhões de pessoas em todo o mundo. A pandemia provocada pelo novo coronavírus já fez pelo menos 3.932.561 mortos em todo o mundo desde que foi notificado o primeiro caso na China, segundo o balanço diário da agência France-Presse.

13h01 - Proibição de corte de comunicações eletrónicas termina na 4.ª feira. A Autoridade Nacional de Comunicações (Anacom) alertou hoje para o fim da proibição, a partir de quarta-feira, do corte de serviços de comunicações eletrónicas a desempregados, infetados por Covid-19 ou agregados familiares com quebra de rendimentos.

12h59 - Índia regista menos de 40 mil casos diários pela 1.ª vez em três meses. A Índia registou hoje menos de 40.000 novos casos de Covid-19 pela primeira vez em mais de três meses, após superar a pior crise da doença no mundo, que atingiu o pico em maio com mais de 400.000 casos/dia.

12h53 - Responsáveis europeus contestam jogos finais em Wembley devido à pandemia. O ministro do Interior da Alemanha, Horst Seehofer, juntou-se hoje ao coro dos responsáveis europeus, que integra o vice-presidente da Comissão Europeia, Margaritis Schinas, na contestação à realização dos últimos jogos do Euro2020 de futebol em Londres.

12h42 - "É normal" que aumente a fasquia para atingir imunidade de grupo. O microbiologista João Paulo Gomes defende que "é normal" aumentar a fasquia para se atingir a imunidade de grupo com a variante Delta, porque é mais transmissível e, logo, é mais difícil baixar a incidência comunitária.

"Teremos sempre mais infetados do que com uma variante menos transmissível e, nessa perspetiva, é possível que a imunidade de grupo demore um pouco mais", afirmou o especialista do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA).

12h35 - "Muito brevemente" haverá novidades sobre moratórias. O ministro da Economia, Pedro Siza Vieira, afirmou hoje, em Guimarães, que "muito brevemente" serão anunciadas novidades sobre as moratórias às empresas dos setores mais afetados pela pandemia de Covid-19.

12h34 - Delta tem o dobro de probabilidades de levar ao hospital. A variante delta é 60% mais transmissível e tem o dobro das probabilidades de levar uma pessoa ao hospital, mas as vacinas mostraram-se eficazes a prevenir doença grave, revelou o microbiologista João Paulo Gomes, citando dados das autoridades britânicas.

12h27 - Açores registam 22 casos e 40 recuperações. A Autoridade de Saúde dos Açores registou nas últimas 24 horas 22 casos de Covid-19, todos em São Miguel, a par de 40 recuperações, havendo duas pessoas internadas no Hospital do Divino Espírito Santo, em Ponta Delgada.

12h19 - UE exorta países a isentarem vacinados e recuperados em viagens. A Comissão Europeia exortou os Estados-membros da União Europeia (UE) a isentarem vacinados e recuperados da Covid-19 das restrições às viagens, dada a entrada em funcionamento do certificado verde na quinta-feira, pedindo porém vigilância à variante Delta.

12h14 - Suspensão de aulas presenciais no Algarve? "Partilho a frustração das escolas e famílias". O ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, lamentou, esta terça-feira, a suspensão das aulas presenciais do primeiro e segundo ciclo de cinco concelhos no Algarve

"O encerramento das escolas nestes cinco concelhos do Algarve é da responsabilidade das autoridades de saúde. Eu partilho a frustração das comunidades escolares e das famílias", admitiu o governante, em declarações aos jornalistas, à margem da inauguração das obras de requalificação da escola primária da Encosta do Sol , nas Caldas da Rainha. 

12h02 - Comparticipação dos testes de antigénio pode chegar já esta semana. Confrontada sobre a possibilidade de facilitar a testagem à população em todo o país, como já acontece em Lisboa - onde os testes gratuitos foram estendidos a não-moradores  -, a ministra da Saúde prometeu novidades ainda para esta semana.

"Estamos a trabalhar para que esta semana possamos ter um despacho do Ministério da Saúde que preveja um regime de comparticipação nos testes de diagnóstico de antigénio", anunciou Marta Temido, esta manhã, em declarações aos jornalistas. 

11h54 - Ministra aconselha adeptos que foram a Sevilha a fazerem teste. Marta Temido, ministra da Saúde, aconselhou, esta manhã, os adeptos portugueses que estiveram em Sevilha, este fim de semana, para o jogo da seleção nacional no Euro, a realizar o teste de diagnóstico antigénio da Covid-19. 

11h47 - Mais de três mil milhões de vacinas administradas em todo o mundo. Mais de três mil milhões de doses de vacinas foram administradas em todo o mundo, de acordo com uma contagem realizada hoje pela agência France-Presse (AFP) a partir de fontes oficiais, às 10h00.

11h20 - Ministra da Saúde admite que pode haver um reforço vacinal. Marta Temido referiu esta manhã que, considerando que a União Europeia (UE) acordou em adquirir mais vacinas nos próximos anos, ao que tudo indica a vacinação contra a Covid-19 irá ser repetida pela "generalidade da população da UE". 

Ainda assim, a governante sublinhou que há uma adaptação permanente por parte dos governos, visto que este é um vírus novo, mas admitiu que, também em Portugal, poderá ocorrer um reforço vacinal no futuro, sobretudo para pessoas mais vulneráveis à doença, como os idosos. 

11h14 - Alemanha critica falta de rigor de outros países contra variante Delta. O chefe da Chancelaria Federal da Alemanha, Helge Braun, criticou hoje a falta de regras mais rígidas de outros países para a entrada de viajantes de áreas de risco, devido à presença da variante Delta. Durante uma entrevista à televisão pública ZDF, Braun descreveu como "um grande equívoco" as declarações segundo as quais o Governo alemão não quer regras mais restritas de combate à pandemia de Covid-19, lembrando que no seu país não há muita margem para agir de outra forma.

11h03 - Todos os idosos entre 70 e 85 anos foram vacinados na Madeira. A deputada social-democrata na Madeira Rubina Leal defendeu hoje aquela "é a região do país com a melhor taxa de vacinação", exemplificando com os idosos entre os 70 e 85 anos, que já foram todos vacinados.

10h47 - Rússia regista recorde de mortes diárias com 652 óbitos. O Governo russo anunciou hoje 652 mortes com Covid-19 nas últimas 24 horas, o número diário mais elevado desde o início da pandemia, atribuído ao surgimento da variante Delta. O país registou 20.616 novas contaminações neste último dia.

10h26 - Confiança dos consumidores e clima económico aumentam "moderadamente. Os indicadores de confiança dos consumidores e de clima económico aumentaram "moderadamente" em junho, de acordo com os dados divulgados, esta terça-feira, pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

10h19 - Brasil podia ter impedido 400 mil mortes, diz especialista. O Brasil poderia ter impedido que cerca de 400 mil pessoas tivessem morrido devido ao novo vírus se tivesse implementado uma melhor resposta contra a Covid-19, defendeu esta terça-feira Pedro Hallal, reconhecido especialista e professor da Universidade Federal de Pelotas, em declarações ao The Guardian.

O perito afirmou que, se o país tivesse adotado restrições mais apertadas e iniciado o plano de vacinação contra o novo vírus mais cedo, 80% do total de óbitos relacionados com o novo coronavírus tinha sobrevivido. 

9h54 - Este ano, portugueses optam pelo turismo e gastronomia nacionais. Um estudo realizado pela plataforma TheFork revela que a intenção dos portugueses, este ano, passa por apostar no turismo nacional, numa altura em que o número de casos da Covid-19 ainda continua a aumentar.  

"A sociedade portuguesa está, este ano, muito consciente e alerta para a importância de viajar e consumir em território nacional, medida que se pode mostrar muito relevante na recuperação de alguns dos setores mais atingidos pela pandemia", pode ler-se num comunicado.

9h41 - Receitas da taxa turística em Cabo Verde caíram mais de 95% até abril. As receitas da taxa paga obrigatoriamente pelos turistas em Cabo Verde caíram 95,3% de janeiro a abril, face a 2020, para 120 mil euros, devido à reduzida procura turística provocada pela pandemia de Covid-19, indicam dados oficiais.

9h32 - Espanha exige vacinação ou PCR negativo a britânicos a partir de sexta. Os turistas que cheguem a Espanha provenientes do Reino Unido e da Irlanda vão ter de mostrar a partir de sexta-feira um certificado de vacinação contra a Covid-19 ou um teste PCR negativo.

9h25 - Bebé morre infetado em Timor. Um bebé de sete meses tornou-se a 22.ª pessoa a morrer infetada com a Covid-19 em Timor-Leste desde o início da pandemia, depois de não ter conseguido recuperar de uma broncopneumonia, anunciaram as autoridades.

9h16 - Segunda dose da vacina deve ser tomada no mesmo local que a primeira. A primeira e segunda doses da vacina contra a Covid-19 têm de ser administradas no mesmo centro de vacinação. O coordenador da task force para a vacinação já tinha admitido a possibilidade de a vacinação poder ser feita em locais diferentes, mas afinal, de acordo com a SIC, essa opção não está para já em cima da mesa.

8h45 - "É preciso que a UE perceba que tem uma matriz à luz de março de 2020". A ex-secretária de Estado Ajunta e da Saúde defendeu, em entrevista ao Notícias ao Minuto, que a matriz que avalia o risco da situação pandémica deve incorporar a realidade da população flutuante, argumentando que o cenário de hoje é diferente do de março de 2020, quando as fronteiras entre os Estados-membros estavam encerradas e havia zero mobilidade.

8h23 - Frequência da variante Delta passou de 4% para 55,6% num mês. A frequência da variante Delta do novo coronavírus teve "uma subida galopante" num mês, passando de 4% em maio para 55,6% em junho, segundo o Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA).

8h04 - Terceira dose da AstraZeneca fortalece proteção, diz estudo. De acordo com um novo estudo (pré-publicado) da Universidade de Oxford, citado pela Reuters, uma terceira dose da vacina da AstraZeneca aumenta a resposta imunológica dos anticorpos e das células T. A acrescentar, os investigadores concluíram que a segunda dose pode ser administrada com um intervalo até 45 semanas que continua também a produzir uma resposta imunológica apropriada.

7h50 - Autoridades encerram festa ilegal com mais de 40 pessoas em Albufeira. Uma festa ilegal que juntou mais de 40 pessoas numa moradia em Albufeira, no passado sábado, foi interrompida pelas autoridades na sequência de várias publicações nas redes sociais, foi esta terça-feira divulgado pela GNR. Na moradia, estavam 43 pessoas com idades entre os 20 e os 30 anos, em incumprimento com as medidas vigentes para a contenção da pandemia.

7h42 - Portugal foi lento na resposta a novas variantes. O médico intensivista José Artur Paiva admite que, pela segunda vez, Portugal foi lento na resposta ao aparecimento de uma nova variante do vírus SARS-Cov2 e defende estudos de sequenciação numa quantidade mais significativa de amostras.

"É preciso estar atento ao aparecimento de novas variantes. Pela segunda vez, talvez tenhamos respondido um pouco devagar demais em relação ao aparecimento de uma nova variante: em dezembro, com a variante alfa (a inglesa), e agora, com a delta", afirmou o responsável, em declarações à agência Lusa.

7h34 - IATA pede a Biden reabertura das fronteiras a viajantes da Europa. A Associação Internacional de Transporte Aéreo (IATA, na sigla inglesa), que agrupa as principais linhas aéreas do mundo, pediu hoje ao Presidente norte-americano, Joe Biden, para que reabra as fronteiras aos viajantes da Europa.

7h29 - Imunidade de grupo com variante Delta só se deve atingir aos 85%. O médico intensivista José Artur Paiva admitiu hoje que, com a variante delta, a imunidade de grupo só se deverá atingir "perto dos 85%" e disse que a redução da idade dos doentes internados prova a efetividade das vacinas.

7h23 - China completa uma semana sem casos locais e soma 18 importados. A Comissão de Saúde da China anunciou hoje a deteção de 18 novos casos de Covid-19, nas últimas 24 horas, todos diagnosticados em viajantes oriundos exterior, completando sete dias sem detetar infeções locais.

7h11 - Novo surto na Indonésia põe em risco capacidade hospitalar. A Indonésia, o país do Sudeste Asiático mais duramente atingido pela pandemia da Covid-19, está a enfrentar um novo surto da doença, com a Cruz Vermelha a alertar hoje para o risco de colapso hospitalar.

O surto está ligado à variante Delta, sendo "urgente e necessário aumentar os cuidados médicos, testes e vacinas à medida que a Indonésia se encontra à beira de uma catástrofe" devido à Covid-19.

7h05 - Variante Delta obriga Austrália a avançar com novos confinamentos. As autoridades australianas anunciaram hoje o confinamento por três dias de quatro áreas do estado de Queensland para travar o ressurgimento da Covid-19 ligada à variante delta.

7h02 - Instituto Tony Blair alerta para risco de variante Delta em África. A variante Delta e outras novas variantes da Covid-19 ameaçam sobrecarregar os sistemas de saúde africanos tal como aconteceu na Índia em abril, alerta um estudo do Instituto Tony Blair (TBI) publicado hoje

7h00 - Bom dia! Recorde aqui os principais desenvolvimentos, que decorreram ontem, sobre a pandemia em Portugal e no mundo. 

Leia Também: AO MINUTO: Portugal 29º melhor país onde estar; Travão em França?

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório