Meteorologia

  • 23 SETEMBRO 2019
Tempo
14º
MIN 14º MÁX 24º

Edição

Pressionado, Bolsonaro autoriza uso de militares no combate a chamas

Há mais de duas semanas que a floresta da Amazónia está a ser fustigada por chamas.

Pressionado, Bolsonaro autoriza uso de militares no combate a chamas

O presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, autorizou esta sexta-feira o uso de elementos das forças armadas no combate às chamas que devastam a Amazónia.

A decisão de que a imprensa brasileira dá conta já foi publicada num decreto que estipula um prazo de um mês (até 24 de setembro) para esta ajuda extra de militares no terreno.

A decisão foi tomada numa altura em que aumentou a pressão na comunidade internacional.

Nos últimos dias acumularam-se declarações da ONU, por parte de António Guterres, de chefes de Estado europeus, nomeadamente de Emmanuel Macron, e da própria Casa Branca, que manifestou preocupação com a situação.

Numa primeira fase, e sem provas, Bolsonaro culpou organizações não governamentais há anos a operar na Amazónia de terem provocado queimadas. Mas, a nível interno e na imprensa internacional, foi a própria postura e atuação de Bolsonaro em relação à dramática situação que se vive na Amazónia que começaram a ser colocadas em causa.

O decreto hoje publicado estipula que o trabalho das forças armadas vai decorrer em "articulação" com os órgãos de segurança pública e os órgãos e entidades públicas de proteção ambiental. O uso dos militares vai depender também de requerimento por parte dos governadores da região.

Para lá da troca de argumentos em que se viu envolvido, nomeadamente com acusações de sensacionalismo - devido ao uso de uma fotografia que não era dos incêndios que estão a decorrer - e de colonialismo contra Macron, Bolsonaro já admitira igualmente a possibilidade de enviar reforço militar para o terreno. Com este decreto, a ideia torna-se oficial e abre caminho ao reforço de meios no combate às chamas.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório