Meteorologia

  • 23 MAIO 2018
Tempo
21º
MIN 20º MÁX 21º

Edição

BE quer novas medidas de combate à violência no futebol

O BE repudiou hoje "todos os atos de violência no quadro desportivo", mostrando disponibilidade para reavaliar a legislação em vigor, estudar novas medidas de combate à violência no futebol e novos instrumentos de responsabilização dos agentes desportivos.

BE quer novas medidas de combate à violência no futebol
Notícias ao Minuto

17:59 - 16/05/18 por Lusa

Política Sporting

Em comunicado, grupo parlamentar do BE refere que "a época de futebol de 2017/2018 foi marcada por vários episódios graves de violência", tendo as agressões de terça-feira no Centro de Treinos do Sporting Clube de Portugal, em Alcochete (distrito de Setúbal), provocado "generalizada indignação".

"Estes atos não podem nem devem ser naturalizados ou desvalorizados como caso isolado. O Bloco de Esquerda repudia todos os atos de violência no quadro desportivo, sendo particularmente graves os ataques de grupos organizados", condenam.

Apesar de existir já legislação que permite "às autoridades agir e punir crimes" como o de terça-feira, o BE está "disponível para reavaliar a legislação em vigor e, se necessário, estudar novas medidas de combate à violência no futebol e novos instrumentos de responsabilização dos vários agentes desportivos, mais fiscalização sobre a participação de grupos organizados de adeptos dentro e fora dos recintos desportivos".

"Estamos perante crimes premeditados e organizados que só podem merecer uma punição severa. Todos os factos devem ser apurados e exige-se tolerância zero para com os agressores", exigem.

Para os bloquistas, "os valores da verdade e da fraternidade no desporto devem ser o pilar da vida desportiva e também do futebol profissional".

"A competição não deve ser pretexto para fanatismos e violências", apelam.

A GNR anunciou hoje que efetuou 23 detenções, apreendeu cinco viaturas e recolheu depoimentos de 36 pessoas, entre jogadores, equipa técnica, funcionários e vigilantes ao serviço do Sporting, na sequência da invasão à academia do clube, em Alcochete.

Durante a tarde de terça-feira, cerca de meia centena de indivíduos, de cara tapada, alegadamente adeptos 'leoninos', invadiram a Academia de Alcochete e, depois de terem percorrido os relvados, chegaram ao balneário da equipa principal, agredindo vários jogadores, entre os quais Bas Dost, Acuña, Rui Patrício, William Carvalho, Battaglia e Misic e outros membros da equipa técnica.

A equipa principal do Sporting cumpria o primeiro treino da semana, depois da derrota no terreno do Marítimo (2-1), que relegou a equipa para o terceiro lugar da I Liga, iniciando a preparação para a final da Taça de Portugal, no domingo, frente ao Desportivo das Aves.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.