Meteorologia

  • 05 DEZEMBRO 2022
Tempo
14º
MIN 12º MÁX 15º

"Sentidas condolências". Marcelo lamenta a morte de Bombeiro de Óbidos

Presidente da República tenciona estar presente nas cerimónias fúnebres.

"Sentidas condolências". Marcelo lamenta a morte de Bombeiro de Óbidos
Notícias ao Minuto

17:27 - 17/08/22 por Notícias ao Minuto

País Presidente da República

Marcelo Rebelo de Sousa publicou, no site da Presidência, esta quarta-feira, uma nota de pesar pela morte de um bombeiro enquanto combatia o fogo nas Caldas da Rainha, no distrito de Leiria. "O Presidente da República apresenta as mais sentidas condolências à Família do Bombeiro Carlos Alberto Ferreira Antunes, hoje falecido ao serviço da comunidade, e à Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários do Concelho de Óbidos a que pertencia", lê-se. 

O Chefe de Estado adianta ainda que "tenciona estar presente nas cerimónias fúnebres" do operacional.

Antes, o ministro da Administração Interna, José Luís Carneiro, apontou ter recebido "com muita tristeza a notícia da morte do bombeiro Carlos Antunes", que sofreu um ataque cardíaco fatal.

Carlos Antunes, que era subchefe do Corpo de Bombeiros Voluntários de Óbidos, morreu durante as "operações de combate ao incêndio que deflagrou esta tarde em Landal, Caldas da Rainha, distrito de Leiria".

Na mesma mensagem, o governante endereçou "sentidos pêsames à família, aos amigos, ao Corpo de Bombeiros Voluntários de Óbidos", mas também "a todos os bombeiros e agentes de Proteção Civil que combatem os incêndios em Portugal".

No contexto daquele que considera ser um "momento de tristeza e de consternação para todos os portugueses", José Luís Carneiro enviou ainda, "em nome do Governo, uma palavra de profunda gratidão a todos os homens e mulheres que colocam a sua vida em risco para defender a vida dos seus concidadãos, dos seus bens e do património natural do nosso país".

O responsável máximo pela pasta da Administração Interna destacou a "forma generosa e altruísta" com que estes profissionais "integram este esforço nacional de defesa da floresta contra os incêndios" - ressalvando que a mesma "merece o nosso mais sentido reconhecimento".

Já Augusto Santos Silva recorreu ao Twitter para manifestar o seu pesar pela morte. "Lamento a morte do bombeiro Carlos Antunes, quando, soldado da paz, combatia as chamas", pode ler-se, com o presidente da Assembleia da República a demostrar ainda toda a "solidariedade" para com a "família e aos Bombeiros Voluntários de Óbidos".

De recordar que o bombeiro Carlos Antunes, morreu na sequência de um ataque cardíaco sofrido no "teatro de operações" quando combatia o fogo que lavra atualmente nas Caldas da Rainha.

[Notícia atualizada às 19h58]

Leia Também: Bombeiro morre de ataque cardíaco no fogo das Caldas da Rainha

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório