Meteorologia

  • 23 OUTUBRO 2019
Tempo
18º
MIN 13º MÁX 19º

Edição

Embaixada apela a emigrantes para buscas de português desaparecido

A embaixada de Portugal em Berna apelou aos portugueses para manifestarem a sua solidariedade "apresentando-se como voluntários para continuar as buscas" por Paulo Oliveira, desaparecido em julho no cantão de Friburgo, informou fonte oficial.

Embaixada apela a emigrantes para buscas de português desaparecido
Notícias ao Minuto

19:37 - 20/09/19 por Lusa

País Suíça

"Entrámos em contacto com a família para tentar perceber de que forma podíamos ajudar. Ao constatar que a situação estava a ser devidamente acompanhada pela Polícia Cantonal de Friburgo, decidimos lançar um apelo como forma de apreço à família e para que as buscas pudessem continuar", afirmou à Lusa Ester Vargas, adida social da embaixada em Berna.

O apelo foi lançado em 16 de setembro, através das redes sociais da embaixada portuguesa em Berna, após a entidade diplomática ter contactado os familiares de Paulo Oliveira, propondo-se ajudar no que fosse necessário.

A embaixada informou que o local de encontro para as equipas de buscas voluntárias, aos sábados, é a Patinoire em Paccots, estando previstos dois turnos, com início às 09:00 e às 13:30.

A Polícia Cantonal de Friburgo deu início às buscas após ter sido informada do desaparecimento, pelas 17:30, do português natural de Travanca, na zona montanhosa de Paccots, cantão de Friburgo, na noite de 29 de julho.

A operação durou cerca de dez dias, envolvendo cerca de 100 pessoas, mobilizadas para as buscas no local do desaparecimento e áreas circundantes.

A embaixada portuguesa em Berna acrescentou, no comunicado, que "os desaparecimentos em zonas montanhosas são, infelizmente, muito frequentes na Suíça", salientado que "as forças policiais e de segurança têm sido incansáveis com a família do desaparecido, tendo acionado todos os meios" para as buscas.

Segundo declarações da família à Polícia Judiciária, Paulo Oliveira saiu de casa para um treino num percurso pedestre que fazia regularmente na montanha de Paccots, no cantão de Vaud.

O veículo do homem foi encontrado, pelas autoridades, estacionado no parque de estacionamento de Rosalys, perto do local do desaparecimento.

A embaixada de Portugal, no comunicado enviado à Lusa, revelou que, no anterior contacto com a família de Paulo Oliveira, "os familiares manifestaram um grande apreço pela equipa policial de Friburgo que acompanhou o caso".

As autoridades continuam a acompanhar a família, mesmo após as "buscas oficiais" terem terminado, no fim de agosto, pondo à disposição os recursos humanos necessários para os acompanhar nas buscas voluntárias que se organizam aos sábados, no Paccots.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório