Meteorologia

  • 26 JUNHO 2017
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 19º

Edição

UE prolonga sanções por anexação da Crimeia e Sebastopol

A União Europeia (UE) prolongou hoje por um ano as sanções impostas na sequência da anexação ilegal da Crimeia e de Sebastopol pela Rússia e que se aplicam a pessoas e empresas sediadas no bloco europeu.

UE prolonga sanções por anexação da Crimeia e Sebastopol
Notícias ao Minuto

11:04 - 19/06/17 por Lusa

Mundo Rússia

As medidas restritivas incluem proibições de importação de produtos originários da Crimeia ou de Sebastopol para a UE e o investimento nas duas regiões anexadas, o que significa que nem os europeus nem as empresas sediadas na UE podem adquirir bens imobiliários ou entidades na Crimeia, financiar empresas da Crimeia ou prestar serviços conexos.

Os serviços de turismo também são proibidos, nomeadamente os navios de cruzeiro europeus não podem fazer escala na península da Crimeia, exceto em caso de emergência.

Também continuam proibidas, até 23 de junho de 2018, as exportações de determinadas mercadorias e tecnologias para empresas da Crimeia ou para utilização na Crimeia nos setores dos transportes, telecomunicações e energia e relacionadas com a prospeção, exploração e produção de petróleo, gás e recursos minerais.

Também não devem ser prestados serviços de assistência técnica, corretagem, construção ou engenharia relacionados com a infraestrutura nestes setores.

A UE continua a condenar a anexação ilegal da Crimeia e de Sebastopol pela Federação da Rússia e continua empenhada em aplicar plenamente a sua política de não reconhecimento.

Campo obrigatório