Meteorologia

  • 28 JUNHO 2022
Tempo
15º
MIN 15º MÁX 26º

AO MINUTO: Regras mudam em Itália; 50 mil casos à vista em Portugal?

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19.

AO MINUTO: Regras mudam em Itália; 50 mil casos à vista em Portugal?
Notícias ao Minuto

07:51 - 29/12/21 por Notícias ao Minuto

Mundo Covid-19

Portugal registou ontem, 19 mortes e 17.172 infetados com Covid-19. Este é o valor mais elevado de casos diários desde o início da pandemia em Portugal. Entretanto, ao contrário do que tinha sido anunciado ontem, esta manhã a DGS clarificou que é necessária a apresentação de um teste negativo para entrar em eventos culturais até ao dia 2 de janeiro.

Lá fora, a nova variante Ómicron é já responsável por mais de metade de casos em países como a Bélgica e os Países Baixos, e a OMS (Organização Mundial de Saúde) anunciou na noite do dia de ontem que o risco da nova variante se mantém "muito elevado".

Pode consultar nestes mapas interativos a evolução da pandemia de coronavírus em Portugal e no mundo

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19:

00h00 - Boa noite, este registo chega ao fim, mas pode continuar a acompanhar-nos na manhã de quinta-feira. Até lá, já sabe, proteja-se!

23h54 - Mulher foge de Sevilha com os filhos para evitar que sejam vacinados

A Guarda Civil de Sevilha está a investigar o desaparecimento de dois irmãos, com 14 e 12 anos, depois de a mãe não concordar que os menores fossem vacinados contra a Covid-19 e de querer ser ela a decidir isso. De acordo com o que escreve o El Mundo, a mulher recusa-se a permitir que os filhos recebam qualquer vacina, nem a do coronavírus nem as correspondentes à sua idade (como o tétano ou a rubéola), alegando que pretende "salvaguardar a sua saúde", explicou ao jornal o advogado do pai. 

23h51 - Ómicron. "Os portugueses têm de perceber que não há nenhum alarme"

O ex-diretor-geral da saúde, Francisco George, defendeu esta quarta-feira na CNN Portugal que os números da Covid-19 têm sido interpretados de forma errada. De acordo com o especialista, apesar do aumento da atividade viral, que se reflete no aumento de casos Covid-19, os internamentos têm estabilizado e até diminuído. "Os portugueses têm de perceber que não há nenhum alarme", sublinha indicando que neste momento há que analisar que a maioria das infeções não se traduz na necessidade de cuidados médicos especializados podendo, por isso, tratar-se por si só, com o passar dos dias, ou, em necessidade, no centro de saúde com o médico de família. 

23h34 - Brasil soma 9.128 novos casos e 112 mortes por Covid-19

O Brasil registou, nas últimas 24 horas, 9.128 novos casos de Covid-19 e 112 vítimas mortais. Em termos acumulados, o país acumula um total de 22.263.834 casos da doença e 618.817 óbitos. Segundo o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS), a taxa de letalidade do coronavírus no Brasil é de 2,8%, e a taxa de mortalidade por 100 mil habitantes, de 294,5.

23h08 - Regras mudam em Itália. Vacinados com três doses sem quarentena 

Os vacinados com as duas doses há menos de quatro meses ou com a terceira dose da vacina contra a Covid-19 não vão precisar de ficar em quarentena se tiverem tido contacto com um caso positivo em Itália. A decisão foi tomada pelo conselho de ministros esta quarta-feira e muda as regras de quarentena até agora em vigor consoante o estado de vacinação das pessoas. De acordo com este novo decreto, quem tenha o esquema vacinal completo há menos de quatro meses (120 dias) ou já possua a terceira dose de reforço não necessitará de nenhum dia de quarentena, apenas precisará de usar máscara Ffp2 durante uma semana.

22h11 -  Madeira com 310 novos contágios

A Madeira registou hoje 310 novos casos de covid-19 e 153 recuperações, indicou a Direção Regional da Saúde, referindo que o total de infeções ativas no arquipélago é agora de 2.494, com 31 doentes hospitalizados.

21h45 - Decisão sobre o período de isolamento conhecida amanhã

Graça Freitas adiantou, esta quarta-feira, que a decisão sobre a redução do período de isolamento dos infetados vai ser comunicada na manhã de quinta-feira. "Portugal está a equacionar a redução do período de isolamento, que está em fase de avaliação. A base é a probabilidade do que vai acontecer e o que se sabe sobre a história natural da doença: o período de incubação, transmissão e em que esta variante é mais infeciosa. É com base na informação que nos vai chegando que se consegue prever um equilíbrio entre a segurança e evitar que fiquem retidas em isolamento demasiado tempo", afirmou, em entrevista à RTP, revelando que a decisão será conhecida "nas  próximas horas", sendo, "provavelmente", comunicada na manhã de amanhã. 

A diretora-geral de Saúde afirmou, ainda, que "há projeções para mais dias do que além de dia 7 de janeiro e que envolvem um maior número de casos, na ordem dos 50 mil" por dia. 

21h45 - Recorde de casos também em Espanha

Espanha também registou hoje um recorde de casos diários, ultrapassando pela primeira vez as 100 mil infeções em apenas um dia. O país vizinho diagnosticou 100.760 contágios e 78 mortes nas últimas 24 horas, aumentando para 6.133.057 o número de casos desde o início da pandemia. Destas infeções, 89.331 resultaram em morte. 

21h33 - Sociedade de Pneumologia alerta para aglomerados na vacinação e testagem

A Sociedade Portuguesa de Pneumologia (SPP) manifestou-se hoje preocupada e alertou  para o perigo de grandes aglomerados de pessoas nos centros de testagem e vacinação contra a covid-19, numa altura em que a variante Ómicron é dominante.

20h07 - Cabo Verde bate recorde com 602 novas infeções em 24 horas
 
Cabo Verde registou 602 casos de infeção pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, o novo máximo diário no país desde o início da pandemia, numa taxa de positividade de 23,8%, informou hoje o Ministério da Saúde.  

19h33 - Madeira prolonga situação de contingência até 15 de janeiro de 2022
 
O Governo da Madeira anunciou hoje o prolongamento da situação de contingência no arquipélago até 15 de janeiro de 2022 e decidiu reduzir para cinco dias o isolamento de infetados assintomáticos com o vírus da covid-19. As medidas foram divulgadas após a reunião do Conselho do Governo Regional, de coligação PSD/CDS-PP, no Funchal.

19h24 - Governo dos Açores pondera reduzir período de isolamento profilático
 
O Governo Regional dos Açores está a ponderar a possibilidade de reduzir o período de isolamento dos infetados com o coronavírus SARS-CoV-2 e dos contactos próximos, adiantou hoje o secretário regional da Saúde. "Estamos a ponderar a possibilidade de passar para os cinco dias de isolamento, no sentido de agilizar algumas questões", afirmou, em declarações aos jornalistas, em Angra do Heroísmo, o titular da pasta da Saúde nos Açores, Clélio Meneses.

19h09 - São Tomé e Príncipe com 60 novos casos em 48 horas
 
São Tomé e Príncipe registou 60 casos de infeção pelo novo coronavírus e duas recuperações da doença nas últimas 48 horas, elevando o total de infetados desde o início da pandemia para 3.819, anunciaram hoje as autoridades. De acordo com o boletim divulgado pelo Ministério da Saúde de São Tomé e Príncipe, o país não registou qualquer morte nas últimas 48 horas.  

19h07 - Açores com cinco postos de testagem rápida na quinta e sexta-feira
 
Os Açores vão ter cinco postos de despiste do coronavírus SARS-CoV-2, com testes rápidos de antigénio, a funcionar na quinta e na sexta-feira nas ilhas Terceira e São Miguel, anunciou hoje o secretário regional da Saúde. "A procura aos testes tem sido muito grande. As farmácias, por si só, revelaram não ter capacidade para resolver a situação. Os laboratórios não aderiram imediatamente, porque são processos administrativos e burocráticos, e a região assume essa testagem", afirmou o titular da pasta da Saúde nos Açores, Clélio Meneses, em declarações aos jornalistas.

18h57 - Formulário para pedir apoio à família descarregado 43 mil vezes
 
O formulário para o apoio à família associado ao encerramento das escolas devido à pandemia já foi descarregado 43 mil vezes na página da Segurança Social Direta, disse hoje fonte oficial do Ministério do Trabalho, Solidariedade e Segurança Social. "De 23 de dezembro até hoje foram já feitos 43 mil 'downloads' do formulário a preencher pelos trabalhadores para solicitar o apoio excecional à família", avançou fonte oficial do gabinete da ministra Ana Mendes Godinho à Lusa.

18h51 - Hélder Sá é o quarto infetado com Covid-19 no Vitória SC
 
O lateral-esquerdo Hélder Sá está infetado com o coronavírus SARS-CoV-2, tornando-se o quarto jogador do Vitória de Guimarães a apresentar um resultado positivo na semana em curso, informou hoje o clube minhoto, da I Liga de futebol.

18h29 - Forças Armadas têm militares em inquéritos epidemiológicos
 
As Forças Armadas têm atualmente 323 militares dos três ramos divididos por 21 equipas para ajudar nos inquéritos epidemiológicos e no agendamento de vacinas no âmbito da covid-19, número que deverá ser reforçado nos próximos dias.

18h25 - Dados do CDC sugerem que tempo de incubação é menor na Ómicron

A variante Ómicron terá um período de incubação menor - cerca de três dias - comparativamente com outras variantes da Covid-19. De acordo com dados de uma investigação levada a cabo por Lauren Jansen do Centro de Controlo e Prevenção de Doenças (CDC), que incidem sobre um dos primeiros surtos de Ómicron nos EUA, no Nebraska, esta nova variante apresenta sintomas cerca de três dias após exposição ao vírus. Relativamente aos sintomas, este estudo indica que são na sua maioria leves entre pacientes vacinados.

18h06 - Reino Unido regista mais de 183 mil novos casos de infeção

O Reino Unido voltou hoje a quebrar um recorde ao somar mais de 183 mil casos de infeção pelo novo coronavírus (183.037), segundo os dados atualizados esta quarta-feira pelas autoridades sanitárias. Os números incluem dados dos últimos cinco dias da Irlanda do Norte, cujos relatórios estavam em atraso devido à quadra natalícia. Há ainda a registar mais 53 mortes atribuídas à Covid-19. 

17h50 - Estreia do Canal Cultura adiada de janeiro para março
 
A estreia do Canal Cultura, prevista para o dia 2 de janeiro, foi adiada para 1 de março, devido ao cancelamento do Concerto de Ano Novo da Metropolitana em Setúbal, que marcaria o arranque do canal, foi hoje anunciado. "Devido aos diversos constrangimentos provocados pela pandemia, a Câmara Municipal de Setúbal viu-se obrigada a cancelar o Concerto de Ano Novo pela Orquestra Metropolitana de Lisboa que se realizaria no próximo dia 2 de janeiro, no Auditório Luísa Todi", revelou, em comunicado, o diretor do canal, Paulo Lavadinho.

17h44 - Reforço do SNS24: Mexia lamenta que só se corra "atrás do prejuízo"
 
O presidente da Associação dos Médicos de Saúde Pública defendeu hoje que deviam ter sido antecipados os reforços agora anunciados da Linha SNS24 e dos rastreadores, lamentando que se continue a "correr atrás do prejuízo". "A Linha SNS24 não tem a capacidade necessária, como se tem constatado nestes últimos dias, e naturalmente que aquilo que são os meios alocados para o rastreio dos contactos também não é suficiente para esta magnitude de casos", disse à agência Lusa Ricardo Mexia, no dia em que Portugal voltou a registar um novo máximo de novas infeções desde o início da pandemia de covid-19 (26.867).

17h42 -  Itália também regista novo recorde de casos: 98 mil em 24 horas

À imagem do que está a acontecer noutros países, Itália voltou esta quarta-feira a registar um novo máximo de novos casos de infeção pelo novo coronavírus: Foram diagnosticados, no último dia, 98.030 novos casos. De acordo com os dados das autoridades italianas, nas últimas 24 horas, morreram mais 148 pessoas no país. No total, desde o início da pandemia, Itália registou 5.854.428 contágios, dos quais 137.091 resultaram em morte. 

17h39 - Guterres apela a "compromisso" para recuperação global em 2022
 
O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, pediu hoje um compromisso internacional para fazer de 2022 um ano de recuperação nas áreas da saúde, economia, conflitos e clima. Com a pandemia de covid-19 entre os grandes desafios mundiais, António Guterres considerou, numa mensagem de vídeo alusiva ao novo ano, que a recuperação depende da vacinação completa de todas as pessoas e do fim da desigualdade no acesso a vacinas.

17h35 - Recorde de 265 mil infeções diárias nos EUA
 
Os Estados Unidos registaram na terça-feira 265.427 novos casos de covid-19, em média, um recorde desde início da pandemia, impulsionado pela variante Ómicron, revelou hoje a Universidade Johns Hopkins. A média de sete dias de casos diários agora registada no país ultrapassou o pico anterior da terceira vaga, em janeiro de 2021, que era de 252.000 casos.

17h27 - Ano Novo: Taxas de ocupação hoteleira no Grande Porto entre os 50 e 60%

As taxas de ocupação hoteleira no Grande Porto para a Passagem do Ano devem situar-se, em média, entre os 50% e os 60%, anunciou hoje o Turismo do Porto e Norte de Portugal (TPNP). Em comunicado enviado à agência Lusa, esta entidade refere que nos últimos dias houve uma crescente procura pelos turistas, razão pela qual as reservas registaram um aumento dos 25% a 30% divulgados na segunda-feira para o dobro da ocupação, dois dias depois.

17h20 - Internamentos em Coimbra com números estáveis nos últimos dias
 
O número de internamentos de doentes com covid-19 no Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) tem-se mantido estável nos últimos dias, disse hoje à agência Lusa fonte hospitalar. Segundo o gabinete de comunicação e imagem, o CHUC contabiliza 10 doentes internados em cuidados intensivos, dos quais cerca de 80% não estão vacinados, o que perfaz uma taxa de ocupação de 75%.

17h12 - Ómicron. "Transmissibilidade é maior" mas "consequências são residuais"
 
Presidente do Governo Regional da Madeira justifica redução do período de isolamento para cinco dias no arquipélago e defende que a "testagem massiva" é para continuar, mas "esta variante [Ómicron] é muito menos incisiva do ponto de vista da saúde pública". O presidente do Governo Regional da Madeira, Miguel Albuquerque, justificou esta quarta-feira a decisão de reduzir para cinco dias o período de isolamento para doentes Covid-19. 

17h05 - Ordem dos Médicos pede adaptação ágil das normas e redução de isolamento
 
A Ordem dos Médicos (OM) defendeu hoje que a nova fase da pandemia de covid-19 exige "uma adaptação ágil" das normas e procedimentos e apresenta sete recomendações, entre as quais a redução de isolamento de 10 para sete dias. "A nova fase pandémica em que Portugal se encontra, com a presença de uma nova variante e aumento exponencial do número de novas infeções diárias, exige uma adaptação ágil das normas e procedimentos definidos pelas autoridades de saúde, para melhor acompanhamento dos doentes covid, não covid e adesão da população ao que é necessário em cada momento", defende a OM em comunicado.

16h48 - Prisões com 92 reclusos e 72 guardas infetados
 
Noventa e dois reclusos estão infetados com SARS-CoV-2, registando-se ainda 91 casos ativos entre trabalhadores da Direção-Geral de Reinserção e Serviços Prisionais (DGRSP), incluindo 72 guardas prisionais. Numa resposta enviada à Agência Lusa, a DGRSP indica que no universo de 11.400 reclusos registam-se 92 casos ativos, enquanto o número de casos clinicamente recuperados ascende a 1.501. Já entre os jovens internados em centros educativos há um infetado e 23 casos dados como clinicamente recuperados.

16h36 - OMS quer que 70% da população mundial esteja vacinada em meados de 2022
 
A Organização Mundial da Saúde (OMS) pediu hoje a mobilização de governos, farmacêuticas e sociedade para que 70% da população de todos os países esteja vacinada contra a covid-19 em meados de 2022. O pedido foi feito pelo diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus, na habitual videoconferência de imprensa da OMS sobre a evolução da pandemia da covid-19.

16h34 - Exibidores de cinema lamentam "trapalhada" e "desnorte" da DGS
 
Os exibidores portugueses de cinema consideraram hoje "uma trapalhada" e "um desnorte total" a divulgação das normas da Direção-Geral de Saúde (DGS) para aceder a eventos culturais. "Trapalhada é algo que se adequa. Estas alterações implicam um esforço imenso das empresas, é preciso passar a informação a centenas de trabalhadores e isto é feito com uma leveza que, sinceramente, me custa a entender", afirmou à Lusa o exibidor Paulo Aguiar, da exibidora UCI Cinemas.

16h31 - Dinamarca bate recorde de casos e tem a maior taxa de incidência no mundo
 
A Dinamarca, país com mais casos de covid-19 em relação à população em todo o mundo, ultrapassou o recorde de novos casos diários, com 23.228 nas últimas 24 horas. A subida, de acordo com os dados das autoridades sanitárias, deve-se em grande parte ao elevado número de testes PCR realizados após o Natal, com a taxa de positividade a permanecer praticamente inalterada nos 12,3%. O pico anterior de novas infeções foi atingido na segunda-feira, com 16.164.

16h14  - Centro Hospitalar do Algarve sem aumento significativo de afluência
 
O Centro Hospitalar Universitário do Algarve garantiu hoje que mantém a atividade assistencial normal, apesar de haver uma maior afluência de utentes por causa do crescimento de casos de covid-19, mas sem registar um "aumento significativo".

16h11 - Afluência às urgências duplica nos hospitais do Oeste face a 2020
 
O Centro Hospitalar do Oeste (CHO) viu duplicar este mês o número de atendimentos na urgência covid-19 por comparação a igual período do ano passado, mas regista um menor número de internamentos, revelou hoje a administração à agência Lusa.

16h00 - Hospital de São João no Porto ativa nível 2 do plano de contingência

"A ativação deste nível surge na sequência do incremento de afluência ao Serviço de Urgência do CHUSJ de doentes que testaram positivo à Covid-19 com necessidades de internamento", informa o São João.

15h48 - Ensino Superior criou medidas para proteger alunos

As instituições de ensino superior (IES) implementaram medidas para atenuar os efeitos da pandemia nos estudantes, como os gabinetes de apoio psicológico e disponibilização de computadores, revela o relatório da 'Task Force' das Ciências Comportamentais.

15h45 - França bate novo recorde com 208 mil novos casos em 24 horas

O ministro da Saúde francês, Olivier Véran, anunciou hoje que foram detetados 208 mil novos casos em França desde terça-feira, um novo recorde no país, com os dados de hospitalizações a demonstrarem a eficácia da vacinação.

15h40 - OMS alerta para "tsunami de casos" com variantes Delta e Ómicron

Tedros Adhanom Ghebreyesus fez o alerta na videoconferência de imprensa regular sobre a evolução da pandemia da covid-19, transmitida da sede da OMS, em Genebra, na Suíça.

Segundo o dirigente da OMS, as infeções com a variante Ómicron atingiram "números recorde", colocando sob "pressão sistemas de saúde".

15h35 - Madeira reduz isolamento de infetados para cinco dias

O Governo Regional da Madeira decidiu reduzir para cinco dias o período de isolamento para infetados com o novo coronavírus, independentemente do seu estado vacinal. A data da entrada em vigor desta medida ainda não foi, no entanto, divulgada.

15h30 - Espanha reduz isolamento de infetados por Covid-19 de dez para sete dias

A Comissão de Saúde Pública, formada pelo Ministério da Saúde e os diretores-gerais de Saúde Pública das Comunidades Autónomas, reunida, hoje, acordou encurtar o período de isolamento para pessoas infetadas de dez para sete dias.

15h20 - Grécia introduz novas restrições devido à nova variante Ómicron

Os bares, discotecas e restaurantes terão de encerrar à meia-noite, sem clientes em pé e sem música, com excepção da passagem de ano em que podem fechar às 2h da manhã.

"Estas medidas, se aplicadas em na totalidade, vão permitir voltar à vida partir de meados de janeiro", disse o ministro da Saúde, Thanos Plevris, conferência de imprensa.

15h10 - Portugal com 26.867 novos casos e mais 12 mortes atingindo um novo recorde de novos casos

O país registou, nas últimas 24 horas, mais 26.867 novos casos e 12 mortes relacionadas com a Covid-19. Os dados constam do mais recente boletim epidemiológico, revelado esta quarta-feira pela Direção-Geral da Saúde (DGS).

A incidência de infeções subiu para 923,4 casos por 100 mil habitantes e o índice de transmissibilidade (Rt) também registou um aumento, passando para 1,29.

Este é de novo um recorde no que diz respeito ao número de casos, sendo que o número mais alto até agora tinha sido ontem, com 17.172 infetados.

14h55 - Famalicão-Belenenses SAD adiado. Os Famalicenses estão em isolamento

A equipa famalicense estará a cumprir isolamento por ordem da delegação de saúde de Famalicão, terminando essa quarentena no dia 2 de janeiro. A data do reagendamento da partida ainda será definida.

14h50 - Luis Díaz testou positivo à Covid-19 e vai falhar o Clássico

A um dia do Clássico frente ao Benfica, o FC Porto soube que não vai contar com Luis Díaz. O colombiano está infetado com Covid-19, avança o Record.

14h40 - Jerónimo não comenta revisão de critérios e insiste no reforço do SNS

O secretário-geral comunista recusou hoje falar sobre uma revisão dos critérios de isolamento definidos pela Direção-Geral da Saúde (DGS), insistindo na necessidade de reforçar o Serviço Nacional de Saúde (SNS) para enfrentar o agravamento da pandemia.

14h35 - Autoridades de Xian admitem dificuldades no abastecimento da cidade

As autoridades chinesas admitiram hoje dificuldades no fornecimento de alimentos e outros bens essenciais aos residentes em confinamento da cidade de Xian, que denunciaram a escassez de produtos e apelaram à ajuda nas redes sociais.

14h30 - Rússia impõe a estrangeiros controlo médico e de impressões digitais

Os estrangeiros que pretendam estar mais de 90 dias na Rússia, incluindo jornalistas, vão ter que fazer um exame de impressões digitais e análises médicas uma vez por ano, segundo determina uma lei que entrou hoje em vigor.

14h09 - Número de casos diários pode chegar aos 60 mil em janeiro, diz matemático

O matemático Henrique Oliveira previu, na antena da SICN, que, ao longo do mês de janeiro, o número de novos casos diários possa chegar aos 60 mil, depois de a ministra da Saúde, Marta Temido, ter antecipado, ontem, 37 mil novos casos de Covid-19 na primeira semana de janeiro.

14h00 - Ordem dos Advogados acusa governo de "irresponsabilidade"
 
A Ordem dos Advogados (OA) acusou o governo de "irresponsabilidade" por não prorrogar as férias judiciais, devido ao crescimento do número de casos de Covid-19 em Portugal, e manifestou-se preocupada com as possíveis consequências dessa situação.

13h56 - Santos Silva apela à vacinação de crianças
 
O ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, apelou hoje à vacinação das crianças contra a Covid-19, defendendo que as dúvidas das famílias sobre eventuais efeitos negativos eram "completamente infundadas".

13h55 - Israel pondera apostar em contágio em massa já que Ómicron é menos grave
 
As autoridades sanitárias israelitas estão a considerar alterar a estratégia de resposta à pandemia, promovendo um "modelo de contágio em massa" da variante Ómicron, que aparentemente causa doença menos grave, em vez de imporem mais restrições, foi hoje divulgado.

13h52 - Governo remete para DGS decisão sobre redução do período de isolamento
 
O ministro dos Negócios Estrangeiros remeteu hoje a decisão sobre uma eventual redução do período de isolamento de infetados com o vírus da Covid-19 para as autoridades de saúde, vincando que é uma decisão técnica e não política. No Conselho de Ministros tratamos de questões de natureza política e legislativa e não tomamos decisões que devem ser tomadas em sede técnica como aquelas que se referem, por exemplo, aos períodos de isolamento determinados ou aconselhados", defendeu Augusto Santos Silva, no final da reunião do Conselho de Ministros, que se realizou no Palácio Nacional da Ajuda, em Lisboa.

13h50 - Novos casos no mundo com número recorde entre 22 e 28 de dezembro
 
A contaminação mundial com o vírus da Covid-19 atingiu novos recordes na semana de 22 a 28 de dezembro, com 6.550.000 casos, mais de 935.000 por dia, indicou hoje uma contagem da agência AFP com base em dados oficiais. Com 6.550.000 casos registados entre 22 e 28 de dezembro, ou uma média superior a 935.000 por dia, o vírus circula atualmente a um ritmo sem precedentes, significativamente superior ao recorde anterior estabelecido entre 23 e 29 de abril, quando foram registados 817.000 casos diários.

13h16 - Boris Johnson pede "cautela" nas celebrações de Ano Novo

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, exortou hoje os britânicos a celebrar o Ano Novo de "forma cautelosa e sensata", defendendo a decisão governamental de não introduzir novas medidas de contenção apesar do aumento de infeções causado pela variante Ómicron.

13h13 - Tratamentos com anticorpos monoclonais são menos eficazes com Ómicron

Os tratamentos com anticorpos monoclonais, até agora recomendados para doentes graves com Covid-19 ou em risco de hospitalização, são menos eficazes na neutralização da variante Ómicron do coronavírus, revelou a Organização Mundial da Saúde (OMS).

13h05 - Açores batem novo recorde com 249 novos casos e 1.079 infeções ativas

Os Açores registaram, nas últimas 24 horas, 249 novos casos, o segundo recorde diário consecutivo desde o início da pandemia, totalizando agora 1.079 infeções ativas, revelou hoje a Autoridade Regional de Saúde.

13h00 - Espanha reforça controlo de passageiros vindos de Moçambique

A Espanha reforçou os requisitos para a entrada no país de passageiros aéreos procedentes de Moçambique e de outros oito Estados africanos considerados de alto risco face à progressão da nova variante do coronavírus Ómicron.

Os novos requisitos incluem, prova de um teste de diagnóstico com resultado negativo e um documento que ateste que os passageiros foram vacinados ou que recuperaram da doença.

12h30 - Santos Silva apela a manutenção da "disciplina e compreensão"

Questionado sobre a pandemia, no final da reunião do Conselho de Ministros, o Ministro dos Negócios Estrangeiros, Augusto Santos Silva, disse hoje que "estamos numa altura em que precisamos de avaliar os efeitos das medidas de contenção", que foram aprovadas a 23 de dezembro.

12h17 - Laboratório disponibiliza testes de antigénio gratuitos à Covid-19

A Joaquim Chaves Saúde vai disponibilizar testes de antigénio gratuitos à Covid-19, que podem ser realizados em "qualquer um dos 41 postos de colheita aderentes", de norte a sul do país. A medida foi tomada "face ao atual contexto de evolução epidemiológica", indica um comunicado a que o Notícias ao Minuto teve acesso, e está em vigor até 31 de janeiro de 2022. 

12h14 - PSD acusa Governo de falta de planeamento e defende revisão de normas

O PSD acusou hoje o Governo de "falta de planeamento e de gestão" da pandemia e defendeu a revisão das normas da Direção Geral de Saúde face ao grau de infecciosidade e da menor gravidade da variante Ómicron.

12h00 - "É a entrada em endemia". Deixar vírus disseminar-se "faz muito sentido", diz Pedro Simas

Pedro Simas refere que variante Ómicron é "menos virulenta" e "mais contagiosa". "Inquestionavelmente, vai conquistar o mundo inteiro e vai fazer com que a Delta desapareça", sublinha o virologista na manhã desta quarta-feira, na CNN Portugal.

11h50 - Linha SNS24 terá mais 750 elementos até final da 2.ª semana de janeiro

A linha SNS24, que tem enfrentado dificuldades por causa do aumento da procura com a evolução da pandemia, terá mais cerca de 750 elementos até final da segunda semana de janeiro, anunciaram os Serviços Partilhados do Ministério da Saúde (SPMS).

11h26 - Urgências sobrelotadas por falência de outras respostas

Os serviços de urgência dos hospitais têm registado "procuras recorde" nos últimos dias, em grande parte casos não urgentes, devido à "falência" das outras respostas do sistema de saúde, disse hoje à Lusa um responsável da associação de administradores hospitalares.

11h20 - Arteta está infetado e vai falhar primeiro jogo dos gunners de 2022

O Arsenal confirmou nesta quarta-feira que o seu treinador, Mikel Arteta, está infetado com Covid-19. O técnico espanhol vai falhar o primeiro jogo do ano de 2022 para os gunners, frente ao Manchester City.

11h10 - "Deverão estar em isolamento" 600 mil portugueses na primeira semana do ano

O aumento do número de novos casos assim como os contactos de risco, vai levar um número recorde de portugueses a ficarem em confinamento no final da primeira semana de janeiro. O matemático Óscar Felgueiras referiu, à CNN Portugal, que, nessa altura, "deverão estar em isolamento três vezes mais pessoas do que estão agora, que são 200 mil".

11h00 - Portugal regista 607 surtos ativos, a maioria em escolas

Portugal continental registava no início desta semana 607 surtos ativos, a maioria em escolas, onde existem mais 34 surtos do que na semana anterior, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS).

10h45 - Cerca de 20% dos profissionais de hospital público em Luanda positivos

Pelo menos 20% dos profissionais do Hospital Geral de Luanda (HGL), entre médicos e enfermeiros, testaram positivo à Covid-19 e a sua ausência está a criar "sérios constrangimentos" no atendimento aos pacientes, disse hoje diretor-geral.

10h30 - Farmácia de Madrid doa testes a quem não os pode pagar

A Farmácia Lavapiés, no centro da capital espanhola, destaca-se por doar testes antigénio a quem não tem visto de residência ou não os pode pagar. A farmacêutica guarda cerca de uma dúzia de testes por dia.

9h50 - AHRESP apela a que o Governo avalie período de quarentena

A Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP) apela a que o Governo avalie a possibilidade de o período de quarentena ser reduzido em Portugal, à semelhança das medidas que estão a ser ponderadas e adotadas por parte de outros países. 

9h00 - Foram gastos 247,1 milhões de euros em testes até novembro e 292,7 milhões de euros em vacinas

Os dados divulgados pela Direção-Geral do Orçamento (DGO), na terça-feira, mostraram que a pandemia custou 6.751 milhões de euros ao Estado até novembro. Sendo que foram gastos 247,1 milhões de euros em testes, no mesmo período, e 292,7 milhões de euros em vacinas. 

8h35 - Organizações afetadas pela pandemia recebem 1,1 milhões da Fundação Gulbenkian

Doze organizações afetadas pela pandemia e que trabalham na área da saúde mental e no apoio a pessoas vulneráveis receberam um apoio excecional de 1,1 milhões de euros atribuído pela Fundação Gulbenkian, foi hoje anunciado.

8h30 - Polónia regista o maior número de mortes de sempre

A Polônia registrou 794 mortes nesta na quarta-feira. Este é o número mais alto da quarta onda da pandemia, disse um vice-ministro da saúde, acrescentando que o número pode ser resultado de atrasos nos relatórios devido aos feriados de Natal, avança a agência Reuters

8h05 - Agendamento já aberto para crianças dos 5 aos 11 anos

Esta opção surge agora no site da DGS. Há, de momento, três faixas da população que podem fazer o autoagendamento para as vacinas Covid-19 + Gripe: pessoas com 55 ou mais anos, utentes com 40 ou mais anos vacinados com Janssen e 5 aos 11 anos. 

7h50 - Mais de 40 mil novos casos e mais 414 mortes na Alemanha

A Alemanha registou 40.043 novos contágios e mais 414 óbitos nas últimas 24 horas. Em termos globais, a Alemanha contabiliza 7.066.412 casos de infeção e 111.219 vítimas mortais. 

7h36 - Afinal, é necessário teste negativo para aceder a eventos culturais esclareceu a DGS

É necessária a apresentação de um teste negativo para entrar em eventos culturais até ao dia 2 de janeiro. O esclarecimento foi feito, esta madrugada, pela Direção-Geral da Saúde (DGS), após ter sido revelado que o certificado de vacinação seria suficiente para o acesso. 

7h35 - Bom dia, iniciamos um novo registo de acompanhamento da pandemia. Pode recordar o anterior aqui.

Leia Também: AO MINUTO: 75% de casos Ómicron; Certificado basta para eventos culturais

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Sexto ano consecutivo Escolha do Consumidor e Prémio Cinco Estrelas para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download

;
Campo obrigatório