Meteorologia

  • 12 JULHO 2020
Tempo
30º
MIN 18º MÁX 31º

Edição

Manifestação no Canadá pela morte de George Floyd acaba em confrontos

Milhares de pessoas desfilaram no domingo em Montreal, Canadá, para denunciar o racismo e a violência policial nos EUA, após a morte de um afro-americano, com os protestos a terminar em confrontos no centro da cidade.

Manifestação no Canadá pela morte de George Floyd acaba em confrontos
Notícias ao Minuto

06:54 - 01/06/20 por Lusa

Mundo George Floyd

Durante mais de três horas, cerca de dez mil pessoas percorreram o centro da cidade em manifestações pacíficas, em solidariedade com os protestos nos Estados Unidos contra a morte de George Floyd, um afro-americano que morreu na segunda-feira passada às mãos da polícia, durante uma detenção violenta.

Os confrontos com a polícia começaram pouco depois da ordem de dispersar, ao final da noite, quando um grupo de manifestantes lançou projéteis contra as forças da ordem, segundo a agência de notícias France-Presse (AFP). A polícia respondeu com gás lacrimogéneo.

Os manifestantes também partiram montras e pilharam lojas. Em Montreal, os estabelecimentos comerciais reabriram no início da semana passada, após o encerramento decretado para lutar contra a pandemia de covid-19.

A maior parte dos manifestantes desfilou com máscaras de proteção, exibindo cartazes em inglês com frases como "Black lives matter" ("As vidas dos negros contam") ou "I can't breathe" ("não consigo respirar", em alusão às últimas palavras de George Floyd).

A polícia de Montreal tinha declarado o apoio à manifestação para denunciar as circunstâncias de morte do afro-americano, que "contrariam os valores" daquela força de segurança, afirmaram na rede social Twitter.

"Respeitamos os direitos e a necessidade de cada um denunciar alto e forte esta violência e estaremos ao vosso lado para garantir a vossa segurança", escreveu a Polícia de Montreal, numa mensagem dirigida aos manifestantes.

Em Vancouver, milhares de pessoas também se manifestaram no domingo, depois de na véspera Toronto ter sido palco de uma manifestação sem incidentes.

George Floyd, um afro-americano de 46 anos, morreu na noite de segunda-feira em Minneapolis, após uma intervenção policial violenta, cujas imagens foram divulgadas através da internet.

Floyd foi detido por suspeita de ter tentado pagar com uma nota falsa de 20 dólares num supermercado. Num vídeo filmado por transeuntes e divulgado nas redes sociais, é possível ver um dos agentes pressionar o pescoço de Floyd com o joelho durante vários minutos.

Desde então, várias cidades norte-americanas, incluindo Washington e Nova Iorque, têm sido palco de manifestações, com os protestos a resultarem frequentemente em confrontos com a polícia.

Pelo menos 4.100 pessoas foram detidas nos protestos nos Estados Unidos que se seguiram à morte de George Floyd na segunda-feira, de acordo com uma contagem realizada pela AP.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório