Meteorologia

  • 18 SETEMBRO 2019
Tempo
18º
MIN 16º MÁX 27º

Edição

China adverte para corrida às armas se EUA instalarem mísseis na Ásia

A instalação de mísseis de médio alcance na Ásia por Washington impulsionará uma corrida às armas, avisou hoje a China, advertindo ainda para "uma escalada de conflitos militares", após os Estados Unidos testarem um míssil na Califórnia.

China adverte para corrida às armas se EUA instalarem mísseis na Ásia
Notícias ao Minuto

12:19 - 20/08/19 por Lusa

Mundo EUA/China

Militares norte-americanos testaram no domingo um míssil de médio alcance na costa da Califórnia - um lançamento que seria ilegal há apenas três semanas, antes de Washington se ter retirado do Tratado de Armas Nucleares de Médio Alcance com a Rússia, que existia desde 1987.

O teste "terá consequências graves para a segurança regional e internacional" e "prova que o verdadeiro objetivo da retirada americana era (...) avançar sem restrições para o desenvolvimento de mísseis" e "para a superioridade militar unilateral ", afirmou Geng Shuang, porta-voz do ministério chinês dos Negócios Estrangeiros.

O porta-voz chinês alertou que a medida de Washington "revitalizaria a corrida às armas e levaria à escalada de confrontos militares".

Em fevereiro passado, os Estados Unidos começaram a retirar-se do tratado, acusando a Rússia de estar a desenvolver mísseis que não cumprem o que estava estabelecido no pacto.

Assinado em 1987 por Ronald Reagan e Mikhail Gorbachov, então presidentes dos Estados Unidos e da antiga União Soviética, respetivamente, o tratado aboliu o recurso a um conjunto de mísseis de alcance, entre os 500 e os 5 mil quilómetros, e pôs fim à crise desencadeada na década de 1980, com a instalação dos SS-20 soviéticos, visando capitais ocidentais.

Após a retirado do tratado, o secretário de Defesa dos Estados Unidos disse que quer instalar mísseis convencionais de médio alcance na região Ásia-Pacífico, "dentro de alguns meses".

O governo chinês disse então que "não vai ficar de braços cruzados" e que vai tomar contra-medidas, sem avançar mais detalhes.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório