Meteorologia

  • 19 MARçO 2019
Tempo
11º
MIN 8º MÁX 13º

Edição

Após desenvolver tumor na orelha, mulher quer banir solários

Andrea teve que amputar a orelha dada a gravidade da situação.

Após desenvolver tumor na orelha, mulher quer banir solários
Notícias ao Minuto

16:43 - 06/02/19 por Notícias Ao Minuto 

Mundo Reino Unido

Após cinco anos a pensar que tinha uma verruga na orelha, mulher descobre que se tratava de um cancro e é obrigada a amputá-la. 

Anthea Smith, de Winstanley, conta que desde os 14 anos que frequenta, com regularidade, solários, e acredita que terá  sido este hábito que a levou a desenvolver um cancro na pele da orelha.

Segundo a mesma, tudo começou com um pequeno alto, que os médicos pensavam tratar-se de um sinal. Com o avançar do tempo, o sinal transformou-se numa mancha de verrugas castanhas, que levavam a mulher a acordar todos os dias com sangue na almofada.

A mulher voltou a consultar uma dermatologista, que achou que se tratava de um problema estético e a reencaminhou para a cirurgia plástica. Só aí é que os médicos acharam estranho o sinal apresentado por Anthea e decidiram enviar uma amostra do mesmo para biópsia.

Cinco anos após o primeiro diagnóstico, Anthea viria a descobrir que tinha afinal um cancro que obrigou a amputar a orelha. O tumor, note-se, afetou-lhe os nódulos linfáticos, o osso temporal e as glândulas salivares, dada a sua gravidade.

Anthea amputou a orelha e está ciente de que o cancro pode voltar, motivo pelo qual diz que quer aproveitar todos os momentos que pode ao lado dos dois filhos e quer banir os solários do Reino Unido, uma vez que crê que terá sido o uso dos mesmos que lhe desenvolveu o cancro na pele.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório