Meteorologia

  • 17 DEZEMBRO 2018
Tempo
MIN 7º MÁX 9º

Edição

Foi identificada uma das proteínas que desencadeia a esclerose múltipla

O primeiro ensaio clínico com o intuito de neutralizar o antigénio terá inicio já no próximo ano.

Foi identificada uma das proteínas que desencadeia a esclerose múltipla
Notícias ao Minuto

11:19 - 12/10/18 por Liliana Lopes Monteiro  

Lifestyle Revolução

Uma mulher originária de Hamburgo, na Alemanha, e que faleceu com esclerose múltipla aos 36 anos, permitiu identificar uma proteína que está na origem de 20 a 40% de todos os casos dessa enfermidade.

A descoberta foi feita quando uma equipa de investigadores analisou o cérebro da doente após a sua morte.

Segundo os resultados apresentados esta semana na revista Science Translational Medicine, a proteína em questão é parte integrante da microbiota do intestino humano, e em algumas pessoas induz o sistema imunitário a atacar por erro o sistema nervoso.

A esclerose múltipla carateriza-se por um destruição progressiva da mielina, ou seja a substância que reveste as extensões dos neurónios e permite a transmissão dos impulsos nervosos.

Até ao momento os cientistas desconhecem a causa da doença, se bem que muitos creem tratar-se de uma combinação de fatores genéticos, consumo de tabaco e a ocorrência de infeções víricas na infância.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório