Meteorologia

  • 19 OUTUBRO 2019
Tempo
14º
MIN 14º MÁX 19º

Edição

Lucro da EDP cai 53% para 519 milhões em 2018

A EDP fechou 2018 com lucros de 519 milhões de euros, um recuo de 53% face aos 1.113 milhões de euros em 2017, o que é atribuído a medidas regulatórias adversas, divulgou hoje a elétrica liderada por António Mexia.

Lucro da EDP cai 53% para 519 milhões em 2018
Notícias ao Minuto

19:45 - 11/03/19 por Lusa

Economia EDP

Em comunicado ao mercado, a EDP explica que estes resultados foram influenciados pelo impacto adverso de medidas regulatórias em Portugal, nomeadamente relacionadas com a provisão de 285 milhões de euros reclamados pelo Estado por alegada sobrecompensação dos Custos de Manutenção do Equilíbrio Contratual (CMEC).

Além disso, refere a elétrica, em 2017, a empresa tinha beneficiado de um ganho extraordinário com a venda do negócio de distribuição de gás em Espanha, no valor de cerca de 591 milhões de euros.

A EDP destaca a disparidade no comportamento das empresas do grupo: enquanto a EDP Brasil e a EDP Renováveis apresentaram lucros recorde em 2018, em Portugal registou prejuízos, pela primeira vez, desde a primeira fase de privatização em 1997.

A atividade no mercado nacional teve um prejuízo de 18 milhões de euros, que compara com um lucro de 169 milhões de euros em 2017, sendo referido um "forte impacto negativo de elevada fiscalidade e decisões regulatórias".

Além da provisão de 285 milhões de euros, a EDP refere a revisão em 18 milhões de euros do ajustamento final dos CMEC, cerca de 65 milhões de euros com a CESE - Contribuição Extraordinária Sobre o Setor Energético, que a elétrica voltou a pagar, e ainda outros impostos ('claw back' e CO2), que pesam 50 e seis milhões de euros, respetivamente.

Os resultados antes de juros, impostos, depreciação e amortização (EBITDA) atingiram os 3.287 milhões de euros em 2018, o que representa um recuo de 3% em termos homólogos.

No ano passado, o investimento da empresa aumentou 18%, superando os 2.000 milhões de euros, e foi feito sobretudo em renováveis, essencialmente nos Estados Unidos, e no negócio de transmissão do Brasil, adianta.

Em 2018, a dívida líquida da EDP diminuiu 3% para 13.500 milhões de euros, o correspondente a 400 milhões de euros.

A capacidade instalada total atingiu 27,2GW no final de 2018, 74% dos quais em energias renováveis, em resultado do comissionamento e 825 MW de nova capacidade eólica, aliado à venda de uma posição maioritária em parques eólicos e à venda de centrais mini-hídricas em Portugal e no Brasil, refere a empresa em comunicado ao mercado.

O Conselho de Administração Executivo vai propor aos acionistas, em assembleia geral, a manutenção de um dividendo de 19 cêntimos por ação.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório