Meteorologia

  • 18 DEZEMBRO 2017
Tempo
14º
MIN 13º MÁX 15º

Edição

Livro sobre o nuclear na Península Ibérica é lançado na quinta-feira

Um livro sobre a questão nuclear que tem ensombrado a Península Ibérica nas últimas décadas e que aborda casos concretos, como a central espanhola de Almaraz, vai ser lançado na quinta-feira, em Lisboa.

Livro sobre o nuclear na Península Ibérica é lançado na quinta-feira
Notícias ao Minuto

18:50 - 06/12/17 por Lusa

Cultura Literatura

"Almaraz e outras coisas más" é o título da obra, da autoria de António Eloy, um dos coordenadores do Movimento Ibérico Antinuclear (MIA), que vai ser lançada na quinta-feira, pelas 19:00, na Fábrica Braço de Prata, em Lisboa.

"O livro aproveita um pouco a atualidade do tema [nuclear]. O processo de Almaraz [central nuclear espanhola] que tem sido uma sombra negra para Portugal desde há 38 anos", explica à agência Lusa o autor e coordenador do MIA, António Eloy.

Além da questão concreta da central nuclear espanhola de Almaraz, que fica a escassos 100 quilómetros de Portugal, o livro aborda basicamente todo o passado histórico e a atualidade do nuclear na Península Ibérica.

Recua a 1974, aos tempos de Ferrel, no concelho de Peniche, onde a população se insurgiu contra um projeto de instalação local de uma central nuclear, aborda os despejos de resíduos radioativos no Atlântico e as questões da mineração de urânio da Urgeiriça e Nisa, e do projeto de abertura de uma zona de mineração de urânio em Salamanca, Retortillo, a poucos quilómetros de Portugal.

"O livro também conta as histórias do nuclear em Portugal, entre várias 'outras coisas más', como a floresta [incêndios], as alterações climáticas, o desordenamento do território e as políticas públicas inconsistentes", sublinha.

António Eloy adianta que a obra inclui artigos de 32 colaboradores dos mais variados setores da sociedade que dão voz e empenho ao testemunho, e conta ainda com a colaboração de sete espanhóis que escrevem textos fundamentais sobre Almaraz e Retortillo.

"Espero que seja um passo importante para uma maior consciencialização sobre a questão do nuclear. Temos ganho muitas lutas contra este Armagedão que assombra a Península Ibérica", concluiu.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório