Meteorologia

  • 23 SETEMBRO 2017
Tempo
14º
MIN 14º MÁX 14º

Edição

Livro 'A Diocese de Lamego em Três Histórias' é apresentada em junho

A obra 'A Diocese de Lamego em Três Histórias', de autoria do padre de Joaquim Correia Duarte, que vai ser apresentada em junho, transcreve documentos "da maior importância para a história do bispado", anunciou o Museu de Lamego.

Livro 'A Diocese de Lamego em Três Histórias' é apresentada em junho
Notícias ao Minuto

10:24 - 20/03/17 por Lusa

Cultura Padre Joaquim

A obra é apresentada no Museu de Lamego, no próximo dia 10 de junho, pelas 16:00, pela historiadora Manuela Mendonça, presidente da Academia Portuguesa da História, e faz parte das comemorações do centenário do Museu.

Com pesquisa, leitura, reprodução, organização e anotações de Joaquim Correia Duarte, padre na diocese de Lamego e membro da Academia Portuguesa da História, a obra totaliza 700 páginas, e transcreves "três documentos da maior importância para a história do bispado de Lamego", cuja instituição remonta ao ano de 543, e foi restaurado em 1143.

"A obra representa, por parte do autor, o esforço de partilhar o conhecimento produzido ao longo dos séculos com o grande público, até agora apenas acessível a investigadores", realçou à Lusa fonte do museu que, antecipando o conteúdo da obra, destacou os anos de 1596, 1789 e 1878 por corresponderem "a três obras sobre a diocese, que de importantes têm tanto como de desconhecidas".

Em 1596, Manoel Fernandez, membro do cabido da Sé, escreveu a 'Sumária Reapitulação da antiguidade da Sé de Lamego', dedicada a António Telles de Meneses, que assumiu a cátedra da diocese, e da qual apenas existe, conhecido, um exemplar na Biblioteca Pública do Rio de Janeiro.

Em 1878, o cónego João Mendes da Fonseca escreveu a 'Memoria Chronologica Dos Excellentíssimos Prelados que tem existido na Catedral desta Cidade de Lamego', reunindo informação sobre os bispos de Lamego, até ao episcopado de João António Píncio, prelado em funções quando da publicação da obra.

A terceira é de Joaquim de Azevedo, 'A Diocese de Lamego em Três Histórias', com a 'História Ecclesiástica da Cidade e Bispado de Lamego', escrita no século XVIII, mas que só foi publicada em finais do século XIX, depois de continuada e atualizada por um cónego da Sé de Lamego.

Refira-se que, em 1882, a diocese lamecense esteve prestes a desaparecer, o que não aconteceu devido à forte oposição local.

Para escrever 'A Diocese de Lamego em Três Histórias', Joaquim de Azevedo baseou-se maioritariamente em documentos existentes na época no Arquivo da Mitra e do Cabido, e desta obra sobrevive um exemplar na Biblioteca do Museu de Lamego.

Estas três obras, agora publicadas num só volume, são "essenciais, [pois] sem as quais não seria possível conhecer a origem das instalações do Museu de Lamego e de grande parte do acervo que o enriquece".

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório