Meteorologia

  • 26 FEVEREIRO 2020
Tempo
10º
MIN 10º MÁX 17º

Edição

Nintendo corta relações com site de videojogos português

O responsável pela análise aos mais recentes títulos da série ‘Pokémon’ foi responsável por fuga de informação confidencial.

Nintendo corta relações com site de videojogos português

A Nintendo pronunciou-se hoje através de um comunicado sobre a fuga de informação que, em novembro, desvendou informações confidenciais sobre ‘Pokémon Sword’ e ‘Pokémon Shield’.

A empresa nipónica apontou o responsável como sendo um colaborador do site português FNintendo, o qual havia assinado um acordo de confidencialidade. O colaborador em questão estaria encarregue de analisar ‘Pokémon Sword’ e ‘Pokémon Shield’ e terá aproveitado a oportunidade para partilhar imagens inéditas dos novos pokémons.

Por o FNintendo ter falhado em cumprir o acordo de confidencialidade, a Nintendo decidiu cortar todas as relações com o site e afirmou que não colaborará mais com a publicação. 

"A Nintendo protegerá sempre a sua propriedade intelectual e as suas marcas. As partilhas indevidas prejudicam não apenas a Nintendo, mas os milhares de funcionários que trabalham arduamente nestes jogos e os milhões de fãs em todo o mundo que adoram notícias e surpresas. Surpreender e cativar os jogadores com novas experiências é uma paixão partilhada pela Nintendo e pela The Pokémon Company. Recorreremos a todos os recursos para garantir que continuem sempre a existir surpresas para os futuros jogadores de jogos Pokémon, pode ler-se no comunicado da Nintendo.

Do seu lado, o FNintendo partilhou um comunicado onde afirma que “terminou o relacionamento com o colaborador” responsável e aproveita para “pedir desculpas à Nintendo e à The Pokémon Company”.

“O nosso relacionamento com a Nintendo Portugal remonta a 11 anos, mas a nossa parte nesta partilha indevida é uma clara violação do acordo de confidencialidade entre nós e, como resultado, uma total quebra de confiança com a Nintendo. Reconhecemos que é inadmissível violar as diretrizes de embargo e que não lidámos com os materiais para análise com o cuidado devido. Respeitamos plenamente a decisão da Nintendo de cancelar o contrato de confidencialidade entre as nossas empresas em resultado dessa quebra de confiança e aceitamos que não receberemos mais produtos da Nintendo nem seremos convidados a participar nos seus eventos”, pode ler-se no comunicado.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Recebe truques e dicas sobre Internet, iPhone, Android, Instagram e Facebook!

O mundo tecnológico em noticias, fotos e vídeos.

Obrigado por ter ativado as notificações de Tech ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório