Meteorologia

  • 05 JUNHO 2020
Tempo
25º
MIN 17º MÁX 25º

Edição

Disseram-lhe que era o caso mais grave de Covid-19. Mesmo assim recuperou

Homem lutava contra uma leucemia quando foi diagnosticado com Covid-19.

Disseram-lhe que era o caso mais grave de Covid-19. Mesmo assim recuperou

Michael Ellison foi considerado o doente mais grave com Covid-19 no Hospital de Liverpool. O homem de 65 anos superou todas as expectativas e, após uma longa batalha, está de volta a casa.

Quando Michael começou a sentir os primeiros sintomas da doença, encontrava-se a realizar tratamentos de quimioterapia contra uma leucemia.

Diarreias, dores de cabeça e uma tosse seca foram os seus primeiros sintomas. Uma noite, enquanto cumpria a sua quarentena, sentiu-se tão mal que nem conseguia aguentar-se em pé sozinho. 

Michael foi levado para o Royal Liverpool Hospital, já em estado em grave. A sua mulher conta que este receava ir ao hospital devido à sua doença, que o tornava mais vulnerável ao vírus. Contudo, quanto mais adiou esta decisão, pior foi.

Michael acabou por sofrer de problemas de estômago e teve de ser operado de urgência. Os médicos disseram à família que era o caso mais grave de Covid-19 que já tinham tido em mãos e que as esperanças para que recuperasse eram muito poucas.

Michael, contudo, superou todas as expectativas: recuperou da operação nos cuidados intensivos e conseguiu vencer também o novo coronavírus. E semanas depois regressou a casa, onde continua a recuperar.

Para a família e médicos, o seu caso é um verdadeiro milagre. E a recepção em casa foi feita com pompa e circuntância.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo quarto ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório