Meteorologia

  • 12 DEZEMBRO 2019
Tempo
15º
MIN 10º MÁX 16º

Edição

Austrália em alerta "catastrófico". Calor e vento podem piorar incêndios

Seis pessoas já morreram e mais de 500 casas foram destruídas.

As autoridades colocaram, esta quarta-feira, pelo menos três Estados da Austrália em alerta “catastrófico”, a maior classificação de perigo deste país.

De acordo com a BBC, prevê-se altas temperaturas e ventos fortes, o que pode piorar os incêndios já desastrosos na Tasmânia, Victoria e Nova Gales do Sul, nos próximos dias.

Para os próximos dias esperam-se temperaturas de 45º celsius e ventos de 90 quilómetros/hora. Como precaução, as autoridades desligaram a eletricidade em cerca de 10 mil casas e empresas para reduzir o risco de incêndio, visto que o fogo muitas vezes tem início com a queda de postes de eletricidade que são deitados abaixo com a força do vento.

As autoridades aconselharam os residentes no norte do Estado de Victoria a abandonar o local imediatamente. “Não fiquem. Se o fogo começa, não vão sobreviver”, disse Steve Warrington, chefe dos bombeiros locais.

O mesmo acontece na Tasmânia. As autoridades já disseram que será praticamente impossível controlar qualquer incêndio que aí comece.

Recorde-se que várias regiões da Austrália estão a ser assoladas por centenas de incêndios há cerca de um mês. Seis pessoas já morreram devido aos fogos, 500 casas foram destruídas e milhares de pessoas tiveram de sair das suas residências por precaução. Em Sidney, o fumo cobriu a cidade fazendo com que os hospitais recebessem, por causa disso, dezenas de pessoas com problemas respiratórios.

Os incêndios na Austrália estão profundamente ligados às alterações climáticas. O sul da Austrália teve, segundo a BBC, os primeiros nove meses do ano mais secos de sempre.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório