Meteorologia

  • 20 ABRIL 2019
Tempo
22º
MIN 21º MÁX 23º

Edição

Será que o pequeno-almoço é mesmo a refeição mais importante do dia?

O dia tem de começar com uma boa refeição. Será mesmo? Porquê? E quando tal não acontece?

Será que o pequeno-almoço é mesmo a refeição mais importante do dia?
Notícias ao Minuto

09:30 - 06/11/18 por Mariana Botelho 

Lifestyle Refeições

A ideia é repetida quase sem se pensar. Mais do que qualquer outra refeição, o pequeno-almoço é tido como a mais importante por ser a primeira ingestão após horas de jejum e por preparar o corpo para o resto do dia que, dependendo do que se come ao pequeno almoço, fará com que cada um se sinta saciado até ao almoço ou, pelo contrário, com muita fome, ao ponto de fazer más escolhas alimentares ao longo do dia.

A par disso, não há muito tempo o jejum intermitente ganhou interesse por parte de muitos que procuravam uma rotina alimentar diferentes, seja com o intuito de perder peso ou apenas mudar os horários que, até então, não eram os mais indicados ao seu caso. Tal tendência tem algumas variações, mas uma das mais faladas consiste em ficar 16 horas sem comer, o que implica não tomar o pequeno almoço, após o qual se deve optar por um almoço bem nutritivo. Ainda que não sirva a todos, muitos são os que defendem os benefícios do jejum intermitente – mas então e o pequeno-almoço?

Analisemos a questão desde já umas décadas atrás – até ao século XIX, não era dada ao pequeno almoço a importância que hoje merece. Comia-se apenas o que tinha em casa que, muitas vezes, consistia nos restos do jantar da noite anterior. Como conta o Huffington Post, é com a entrada da mulher no mercado de trabalho, já no século XX, que se viu a necessidade de optar por uma refeição rápida e suficientemente nutritiva para alimentar os filhos e não só antes de se ir trabalhar.

A nível de marketing, muitos aproveitaram a crescente aposta na primeira refeição do dia para vender certos produtos como foi o caso do bacon, nos Estados Unidos, que se acreditou ser – em conjunto com ovos – a melhor opção para um pequeno-almoço completo e nutritivo. Por parte da ciência, a conclusão de vários estudos parece ir ao encontro da ideia que era tendencialmente proferida pelo marketing – começar o dia com um bom pequeno almoço reflete-se num melhor desempenho ao longo do dia, bem como melhor ação digestiva, defendem vários especialistas.

Mas há também quem analise o outro lado – o de se ‘saltar’ esta refeição. Tal escolha é vista como positiva, caso o almoço seja feito de boas escolhas alimentares, se assim for, a organização alimentar resulta numa maior queima de calorias, segundo a American Journal of Clinical Nutrition.

Dito isto, qual a melhor opção de pequeno-almoço? A quem quer começar o dia com uma refeição bastante nutritiva, a escolha deve se basear na proteína e gordura insaturada. Se acrescentar algum vegetal, ainda melhor. Quanto aos hidratos de carbono, opte sempre pelos complexos (integrais) que garantem saciedade por bastante mais tempo.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório