Meteorologia

  • 17 DEZEMBRO 2017
Tempo
MIN 5º MÁX 6º

Edição

Chinesa Sinopec processa petrolífera venezuelana nos EUA

Uma das maiores petrolíferas estatais chinesas moveu, no final de novembro, num tribunal norte-americano, uma ação contra a empresa Petróleos da Venezuela SA (PDVSA) por alegado incumprimento contratual.

Chinesa Sinopec processa petrolífera venezuelana nos EUA
Notícias ao Minuto

06:11 - 07/12/17 por Lusa

Economia Venezuela

De acordo com o jornal Financial Times, a ação foi apresentada por uma empresa subsidiária da chinesa Sinopec a 27 de novembro último, num tribunal de Houston (estado do Texas), e marca um afastamento entre Caracas e Pequim.

"A ação tem o valor de 23,7 milhões de dólares (20,08 milhões de euros), mais danos punitivos, por um contrato de maio de 2012, para o fornecimento de varas de aço por 43,5 milhões de dólares (36,86 milhões de euros), cuja metade continua por pagar", indicou o diário citando documentos judiciais.

"As promessas de pagamento da PDVSA têm sido vazias", disse a Sinopec na ação apresentada.

Para o Financial Times, "o valor em disputa é pequeno, mas mostra uma quebra nas relações a um nível muito maior".

Em setembro de 2013, a Sinopec chegou a um acordo com o Governo da Venezuela para investir 14 mil milhões de dólares (11,86 mil milhões de euros) numa jazida petrolífera venezuelana e fez parte dos investidores chineses que, entre 2007 e 2016, concederam mais de 62 mil milhões de dólares (52,54 mil milhões de euros) a Caracas.

"Caracas tem tido problemas para pagar as dívidas, uma vez que o preço do petróleo caiu, desde 2014, e a produção da PDVSA tem diminuído", explicou o jornal.

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório