Meteorologia

  • 05 DEZEMBRO 2019
Tempo
13º
MIN 10º MÁX 16º

Edição

Santander lança cartões bancários biodegradáveis a partir do próximo ano

O objetivo desta iniciativa, assumida pelo banco, é reduzir a pegada ambiental.

Santander lança cartões bancários biodegradáveis a partir do próximo ano

A partir do início do próximo ano o Santander vai começar a fazer chegar aos clientes os primeiros cartões bancários biodegradáveis, substituindo os tradicionais de plástico, com o objetivo de reduzir a pegada ambiental.  

Estes novos cartões têm o selo de qualidade CarbonNeutral, que é "concedido a empresas que consigam compensar as emissões de carbono de um determinado produto, até reduzir o seu impacto ambiental a zero", aponta a instituição bancária, em comunicado. 

"Para concretizar este objetivo, o Santander apurou o valor das emissões de carbono geradas na produção e expedição dos cartões e reduziu a impacto nulo através do apoio a um projeto de conservação da Floresta Amazónica do Acre, no Brasil", explica o Santander

Esta iniciativa está inserida na estratégia do Santander de reduzir a sua pegada ambiental, motivo pelo qual apresentou dois objetivoseliminar todos os plásticos descartáveis dos seus edifícios até 2021 e garantir que 100% da eletricidade consumida vem de fontes renováveis até 2025.

O lucro do Santander Totta subiu 1,5% até setembro deste ano para 390,6 milhões de euros, um aumento face aos 385 milhões registados no mesmo período do ano passado. Na conferência de imprensa de apresentação dos resultados, em Lisboa, o presidente executivo, Pedro Castro e Almeida, referiu que este ano "está tudo encaminhado para o banco ter o melhor resultado de sempre".

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório