Meteorologia

  • 23 ABRIL 2019
Tempo
13º
MIN 13º MÁX 15º

Edição

Se estudo ambiental chumbar Montijo, será escolhido outro local

O ministro do Ambiente, João Matos Fernandes, assegurou hoje que, caso o novo Aeroporto do Montijo não passe no Estudo de Impacte Ambiental entregue pela ANA, será escolhida uma outra localização.

Se estudo ambiental chumbar Montijo, será escolhido outro local
Notícias ao Minuto

16:35 - 16/04/19 por Lusa

Economia Ministro do Ambiente

"Não há ainda aqui conclusão nenhuma. O Estudo de Impacte Ambiental entrou na sexta-feira passada, está neste momento a ser lido, está neste momento a ser criada a Comissão de Avaliação e não haja a mais pequena dúvida: se, de facto, não passar na avaliação de impacte ambiental, não passará (...). Não passará e, portanto, terá que ser, obviamente, encontrada e escolhida uma outra localização", disse Matos Fernandes no parlamento, onde foi hoje ouvido pela Comissão do Ambiente.

O ministro salientou ainda que desconhece o estudo entregue pela ANA e voltou a realçar que "o aeroporto que já existe no Montijo é o que causa menos impacte", admitindo que a criação de uma nova infraestrutura possa ter consequências de ruído e para a avifauna.

A ANA -- Aeroportos de Portugal disse à Lusa que o Estudo de Impacte Ambiental (EIA) do aeroporto do Montijo estava concluído e "a ser submetido, sendo a submissão feita através de carregamento do EIA na plataforma da Agência Portuguesa do Ambiente".

A ANA e o Estado assinaram em 08 de janeiro o acordo para a expansão da capacidade aeroportuária de Lisboa, que prevê um investimento de 1,15 mil milhões de euros até 2028 e inclui a extensão da atual estrutura Humberto Delgado (em Lisboa) e a transformação da base aérea do Montijo.

Em 04 de janeiro, o então ministro do Planeamento e das Infraestruturas, Pedro Marques, assegurou que serão cumpridas integralmente as eventuais medidas de mitigação que venham a ser definidas pelo estudo de impacto ambiental para o aeroporto complementar do Montijo.

O primeiro-ministro, António Costa, também já disse que apenas se aguarda o EIA para ser "irreversível" a solução aeroportuária Portela + Montijo, considerando haver consenso nacional sobre o projeto.

Em 11 de janeiro, António Costa admitiu que "não há plano B" para a construção de um novo aeroporto complementar de Lisboa caso o Estudo de Impacto Ambiental chumbe a localização no Montijo e voltou a garantir que "não haverá aeroporto no Montijo" se o EIA não o permitir.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório