Meteorologia

  • 23 SETEMBRO 2019
Tempo
16º
MIN 14º MÁX 24º

Edição

Governo aprova Junta Médica Única para deficientes das Forças Armadas

O Conselho de Ministros aprovou hoje a instituição da Junta Médica Única para os processos de qualificação como deficientes das Forças Armadas, sendo que esta junta irá funcionar na dependência direta do diretor do Hospital das Forças Armadas.

Governo aprova Junta Médica Única para deficientes das Forças Armadas
Notícias ao Minuto

18:28 - 16/07/15 por Lusa

País Decisão

De acordo com o comunicado resultante da reunião de hoje do Governo, é indicado que a Junta Médica Única destina-se "à avaliação clínica, à atribuição do grau de incapacidade e ao estabelecimento do nexo de causalidade com o serviço militar, nos processos de combatentes no ultramar, com vista à qualificação de deficiente das Forças Armadas".

Uma equipa com 18 elementos da Defesa e dos ramos militares foi empossada em abril de 2014 com o objetivo de reduzir de nove anos para ano e meio o tempo médio de qualificação como deficiente das Forças Armadas.

"O objetivo é encurtar o tempo da qualificação como deficiente das Forças Armadas e em particular as vítimas de 'stress' pós-traumático e conseguir que as pendências que existem até ao final do mandato possam ser sanadas", afirmou então o ministro da Defesa, Aguiar-Branco, em declarações aos jornalistas.

Um processo de qualificação como deficiente das Forças Armadas demora em média cerca de nove anos, mas há casos de 14 anos de espera, segundo Isabel Madeira, diretora de serviços da Direção-Geral de Pessoal e Recrutamento Militar, que integra a equipa empossada em abril do ano passado.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório