Meteorologia

  • 13 DEZEMBRO 2019
Tempo
17º
MIN 14º MÁX 17º

Edição

Alegados maus tratos a menores em Aldeia SOS de Gaia julgados em março

Um ex-diretor e quatro antigas funcionárias da Aldeia SOS de Gulpilhares, em Gaia, vão ser julgados em março por alegados maus tratos a menores, num processo em que a própria instituição também é arguida, disse hoje fonte judicial.

Alegados maus tratos a menores em Aldeia SOS de Gaia julgados em março
Notícias ao Minuto

12:38 - 11/02/19 por Lusa

País Crime

De acordo com a fonte, estão já agendadas sessões de julgamento para 19 e 26 de março no Juízo Central Criminal de Vila Nova de Gaia.

Contactada hoje pela agência Lusa, a advogada de defesa da Associação Aldeias SOS, Alexandra Mota Gomes, demarcou a instituição dos alegados maus tratos.

"A provarem-se os maus tratos, a Associação Aldeias SOS espera a absolvição, tendo em conta que sempre considerou inadmissível esse tipo de comportamentos e tudo faz para os combater", afirmou a causídica.

O secretário-geral da Associação Aldeias de Crianças SOS, Luís Cardoso Meneses, avançara já que as cinco pessoas visadas no processo foram dispensadas da instituição em 2015, quando a Direção das Aldeias SOS teve conhecimento do caso.

"Estamos tranquilos, confiamos na justiça e aguardamos a conclusão do processo que está em curso", assinalou, por seu lado, o presidente do Conselho Diretivo das Aldeias SOS, Jorge Carvalho.

Em 12 de outubro, o Tribunal de Instrução Criminal do Porto confirmou uma acusação do Ministério Público, decidindo levar a julgamento o diretor da Aldeia SOS de Gulpilhares entre 2013 e 2015, quatro funcionárias e a própria associação por "múltiplos crimes de maus tratos a crianças e jovens", segundo informação então difundida pela Procuradoria Distrital.

Segundo o processo, os arguidos terão aplicado "castigos físicos" a "diversas crianças e jovens", entre 2013 e 2015, para além de "os sujeitarem a tratamentos humilhantes".

O lar, que tinha "acordo de cooperação com a Segurança Social", acolhia "crianças e jovens em situação de perigo e sem adequada retaguarda familiar".

A Associação Aldeias SOS opera em Portugal há mais de 50 anos e já apoiou mais de 500 crianças.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório