Meteorologia

  • 21 NOVEMBRO 2017
Tempo
15º
MIN 14º MÁX 15º

Edição

Morreu Basi, o panda 'superstar' da China

Notícia foi dada pelo Jardim Zoológico onde o animal vivia em cativeiro.

Notícias ao Minuto

08:26 - 14/09/17 por Patrícia Martins Carvalho

Mundo China

Basi, o panda fêmea mais velho do mundo, morreu esta quarta-feira revelaram os responsáveis pelo jardim zoológico onde o animal vivia na zona sudeste da China, em Fuzhou.

Segundo a agência AFP, Basi morreu aos 37 anos, o que equivale a mais de 100 anos para os humanos, tendo vivido mais do que os seus semelhantes que vivem no seu habitat natural.

Basi viveu a maior parte da sua vida em cativeiro. O panda foi resgatada aos quatro anos da vida selvagem quando caiu a um rio, tendo precisado de tratamento médico e passado a viver em cativeiro.

Desde então, conta a mesma fonte, Basi tornou-se numa verdadeira estrela na China. Os seus aniversários eram festejados em grande estilo e com grande entusiasmo e o animal tornou-se quase uma espécie de melhor amigo dos cidadãos chineses.

Basi chegou a viver seis meses no estrangeiro, em 1987, quando foi emprestada a um jardim zoológico de San Diego, nos Estados Unidos da América.

Na mensagem de despedida a Basi, os seus tratadores descreveram-na como um “anjo de amizade” e como sendo o modelo original da mascote dos Jogos da Ásia (PanPan).

As cerimónias fúnebres foram, inclusivamente, transmitidas na televisão no canal público chinês.

O vídeo que pode ver acima mostra como o animal era uma verdadeira estrela entre os chineses, chegando a protagonizar o conhecido Festival da Primavera de 1991.

*notícia atualizada às 10h24

Seja sempre o primeiro a saber. Acompanhe o site eleito pela Escolha do Consumidor 2017.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório