Meteorologia

  • 09 MAIO 2021
Tempo
20º
MIN 13º MÁX 20º

Edição

AO MINUTO: Estirpe indiana na Bélgica. Reino Unido defende AstraZeneca

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo.

AO MINUTO: Estirpe indiana na Bélgica. Reino Unido defende AstraZeneca

Portugal regista esta quinta-feira quatro mortes atribuídas à Covid-19, 636 casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2, e nova descida no número de internamentos em enfermaria e cuidados intensivos, segundo a Direção-Geral da Saúde (DGS). Desde o início da pandemia Portugal já contabilizou 832.891 casos confirmados e 16.956 óbitos.

Há 24.764 casos ativos em Portugal, mais 111 em relação a quarta-feira, e o segundo dia consecutivo em que se regista uma subida.

Sublinhe-se que a DGS anunciou hoje que atualizou as normas de vacinação e vai começar a vacinar as pessoas entre 16 e 79 anos com doenças de risco acrescido.

Consulte os mapas da evolução da pandemia do novo coronavírus em Portugal e no Mundo.

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19:

00h00 - Suspendemos aqui o registo de hoje. O acompanhamento será retomado na manhã de sexta-feira. Já sabe, consulte a informação no site da DGS e acompanhe sempre as comunicações das autoridades competentes. Caso tenha sintomas:

SNS24 de Portugal Continental: 808 24 24 24

SNS24 da Madeira: 800 24 24 20

SNS24 dos Açores: 808 24 60 24

Só quer tirar dúvidas? Não assoberbe as linhas telefónicas: [email protected]

23h59 - Regulador dos EUA suspende produção da vacina J&J em fábrica de Baltimore. A Food and Drug Administration (entidade reguladora de alimentos e medicamentos dos Estados Unidos) suspendeu a produção da vacina da  Johnson & Johnson num fábrica de Baltimore, no estado de Maryland, devido à falta de condições no local.

23h24 - Brasil notifica 45.178 casos e 2.027 óbitos associados à Covid-19. País mais afetado pela pandemia na América do Sul reporta esta quinta-feira uma descida no número de contágios e de óbitos. A média de novos casos dos últimos sete dias desceu para 2.580, o número mais baixo em quase um mês.

23h19 - Regulador britânico de saúde defende benefícios da vacina da AstraZeneca. O regulador britânico de saúde defendeu hoje que os benefícios da vacina da AstraZeneca superam os riscos, adiantando ter identificado 168 casos de coágulos sanguíneos entre os 21,2 milhões de pessoas que receberam essa vacina anti-Covid-19.

22h40 - Britânicos podem vir a receber 'passaporte covid' antes do final de maio. Milhões de britânicos podem receber o 'passaporte covid' até 17 de maio e conseguir, assim, viajar para outros países, sem ter de fazer quarentena já este verão.

21h21 - Covid-19 pode nunca ser erradicada devido à origem animal. O diretor do Programa Mundial de Malária da Organização Mundial de Saúde (OMS), Pedro Alonso, afirmou esta quinta-feira que a Covid-19 nunca deverá ser erradicada devido à sua origem animal.

21h15 - Variante indiana detetada pela primeira vez na Bélgica. A variante da Covid-19 identificada na Índia, e que levou ao recrudescimento do vírus no país, foi detetada pela primeira vez na Bélgica, entre estudantes indianos que viajaram para o país, indicaram esta quinta-feira as autoridades belgas, citadas pela AFP.

20h00 - Ministra garante correção de erros no acesso a apoio social de 438 euros. A ministra da Cultura, Graça Fonseca, garantiu hoje que corrigirá erros de informação na atribuição do apoio social extraordinário de 438,81 euros, criado em contexto de pandemia, e garantiu que os trabalhadores do setor serão pagos.

19h42 - São Miguel continua com medidas restritivas de Alto Risco até 30 de abril. A ilha de São Miguel continua no nível de Alto Risco de contágio de Covid-19 e irá manter as restrições em vigor, como o recolher obrigatório e o encerramento de cafés e restaurantes, até ao final do mês.

19h40 - Fim da Emergência? "Seguiremos aquilo que os especialistas recomendarem". A ministra de Estado e da Presidência assegurou hoje que o Governo seguirá "aquilo que os especialistas recomendarem" na reunião do Infarmed em relação às medidas para combate à pandemia e em função das necessidades da próxima quinzena.

19h29 - França com mais 34 mil infetados, cinco milhões já receberam 2.ª dose. A França registou 34.318 novos casos de Covid-19 e 285 mortes nas últimas 24 horas, anunciou esta quinta-feira a Instituição de Saúde Pública de França.

19h15 - OMS e EMA iniciam 2.ª ronda de avaliação à vacina Sputnik V a 10 de maio. A próxima ronda de avaliação à vacina russa contra a Covid-19 será iniciada a 10 de maio pelo painel de especialistas da Organização Mundial de Saúde (OMS) em conjunto com a Agência Europeia do Medicamento (EMA), segundo indicou esta quinta-feira a OMS, citada pela Reuters.

19h11 - A lista de países de risco e o plano de desconfinamento francês. França vai impor uma quarentena de dez dias a todos os que cheguem de uma lista de cinco países, independentemente do resultado do teste à Covid-19. Ainda assim, avança com o regresso às aulas para a semana e a reabertura de algumas atividades dia 3 de maio. França vai impor, a partir do próximo sábado (dia 24), uma quarentena de dez dias a todos os viajantes vindos do Brasil, Chile, Argentina, África do Sul ou Índia, anunciou esta quinta-feira o ministro do Interior francês, Gérald Darmanin.

18h53 - Madeira com 12 novos casos e 18 recuperações. A Madeira tem hoje 12 novos casos de infeção por SARS-CoV-2, o menor registo desde 1 de janeiro, todos de transmissão local, e mais 18 recuperações, revela o boletim epidemiológico da Direção Regional de Saúde (DRS).

18h41 - França vai começar a vacinar com Johnson & Johnson a partir de sábado. A França vai administrar a vacina Johnson & Johnson aos maiores de 55 anos a partir de sábado, anunciou hoje o ministro da Saúde, numa altura em que o Governo declarou que o pior da terceira vaga já passou.

18h29 - Açores vão terminar a primeira fase da vacinação "até ao final" deste mês. Todas as pessoas incluídas na primeira fase do plano de vacinação contra a Covid-19 nos Açores estarão vacinadas até ao final da próxima semana, informou hoje o diretor regional da Saúde.

18h19 - Responsável britânico pela Saúde, Matt Hancock, indicou esta quinta-feira que já foram vacinadas no Reino Unido 95% das pessoas acima dos 50 anos de idade.

18h14 - Itália soma 16 mil casos e inicia administração da vacina da Janssen. A Itália registou 16.232 contágios pelo novo coronavírus nas últimas 24 horas, divulgou hoje o Ministério da Saúde italiano, no dia em que o país começou a administrar a vacina unidose da Janssen, do grupo Johnson & Johnson.

17h50 - Covid-19 deixou de ser a principal causa de morte em Inglaterra e Gales. A Covid-19 deixou de ser a principal causa de morte em Inglaterra e País de Gales, de acordo com estatísticas publicadas hoje no Reino Unido, onde foram registados 18 óbitos e 2.729 novos casos nas últimas 24 horas. De acordo com o Instituto de Estatísticas britânico (ONS), dados relativos a março indicam que a Covid-19 foi a terceira causa de morte em ambos os países em março.

17h47 - Terminou o Conselho de Ministros dedicado à Cultura. Acompanhe aqui

17h45 - Espanha reporta mais 10.814 contágios e 132 óbitos, incidência sobe. O Ministério da Saúde espanhol reporta, esta quinta-feira, um acréscimo de 10.814 casos de contágio ao balanço total, e mais 132 óbitos associados à doença Covid-19, verificando-se uma subida no número de novos casos (ontem foram anunciados 10.232), mas uma descida no número de mortes (ontem foram reportadas 148).

17h25 - Número de óbitos continua a descer no Reino Unido. Reino Unido reportou esta quinta-feira mais 2.729 novos casos de contágio, uma subida depois de na véspera terem sido reportadas 2.396 infeções. São ainda reportadas mais 18 mortes de pessoas infetadas pelo novo coronavírus, uma descida pelo terceiro dia consecutivo. Na última semana, entre 15 e 21 de abril, foram reportadas 156 mortes, uma descida de 26,1% em relação ao período anterior.

17h21 - Bruxelas admite levar AstraZeneca à justiça e não renovar contrato. O comissário europeu da Justiça disse hoje, em entrevista à Lusa, que Bruxelas equaciona um processo judicial contra a farmacêutica AstraZeneca, por entregas de vacinas anti-Covid-19 atrasadas e abaixo do contratualizado, admitindo também não firmar novo contrato.

"Temos todas as diferentes opções em cima da mesa [...]. Queremos que a AstraZeneca cumpra os compromissos assumidos nos contratos e, de momento, estamos a exercer pressão para ter a certeza de que é possível fazê-lo", apontou Didier Reynders.

16h43 - Hospital de Leiria reduziu lista de cirurgias em quase 60%. O hospital de Leiria reduziu em quase 60% a lista de espera de utentes há mais de um ano à espera para a realização de cirurgias, disse hoje o secretário de Estado Adjunto e da Saúde.

16h11 - América Central sofre nova vaga da Covid-19 e exige mais vacinas. Metade dos países da América Central enfrenta uma nova vaga de Covid-19, com os países a reclamar por um acesso equitativo e mais rápido às vacinas, ao mesmo tempo que registam um aumento de novos casos.

16h09 - Impacto no desporto: Vantagem de jogar em "casa" persiste com ausência de público nos estádios. Investigadores do Instituto Politécnico da Guarda (IPG) concluíram que a probabilidade da equipa que joga em "casa" ganhar o jogo "tende a persistir mesmo com a ausência de público nos estádios" de futebol, foi hoje anunciado.

16h03 - São estas as doenças prioritárias na Fase 2 da vacinação. Vacinação terá dois ramos: um por faixa etária e outra que "não deixa para trás pessoas com doenças graves, independentemente da idade", disse Graça Freitas. Doentes oncológicos, em situação de transplantação e com imunossupressão, estão incluídos.

15h36 - Maior número de casos diários desde janeiro nos Países Baixos. O número de novos casos de contágio nos Países Baixos foi esta quinta-feira o maior desde janeiro, com 9.648 infeções reportadas nas últimas 24 horas. O Instituto Nacional de Saúde neerlandês anuncia, assim, um recrudescimento a poucos dias de se iniciar um alívio das medidas de restrição em vigor.

15h32 - Ministro alerta que "alguns hospitais ficaram completamente sem oxigénio" em Nova Deli. O vice-ministro responsável pela região da capital da Índia, Manish Sisodia, admitiu esta quinta-feira que alguns hospitais da cidade ficaram sem oxigénio e que as autoridades de estados vizinhos estão a cessar fornecimento à capital. "Temos estado a tomar medidas internas, por agora, mas a dada altura vai tornar-se difícil salvar vidas", disse o governante ao Hindustan Times. "Alguns hospitais de Nova Deli ficaram completamente sem oxigénio. Não têm mais opções", acrescentou.

Recorde-se que a estirpe de Covid-19 detetada na Índia está a degradar rapidamente a situação sanitária naquele país e a provocar preocupação em vários países, que temem que possa ser mais contagiosa e resistente às vacinas.

A Índia registou hoje um novo máximo mundial de infetados com o novo coronavírus ao identificar mais de 314 mil casos nas últimas 24 horas, para além de 2.104 mortos.

15h11 - Milhões de crianças falharam vacinação do sarampo devido à pandemia. Mais de 16 milhões de crianças em África falharam a toma de doses da vacina do sarampo devido às perturbações causadas pela pandemia de Covid-19 nos programas de imunização, estimou hoje a Organização Mundial de Saúde (OMS).

15h01 - Portugal regista mais quatro mortes e 636 novos casos em 24 horas. Portugal registou, nas últimas 24 horas, mais quatro mortes e 636 novos casos da Covid-19. Os dados constam no mais recente boletim epidemiológico, divulgado esta quinta-feira pela Direção-Geral da Saúde (DGS). Desde o início da pandemia, já foram contabilizados no nosso país um total de 16.956 óbitos e 832.891 infeções.

15h00 - Iniciámos um novo registo. Para conferir as atualizações da manhã clique aqui.

Leia Também: AO MINUTO: N.º de internados segue a descer. Recorde de testes diários cá

Notícias ao Minuto nomeado para os Prémios Marketeer

O Notícias ao Minuto é um dos nomeados da edição de 2021 dos Prémios Marketeer, na categoria de Digital Media. As votações decorrem até ao próximo dia 31 de maio.

Para nos ajudar a vencer, basta aceder ao site da iniciativa organizada pela revista Marketeer, clicando aqui, e proceder ao preenchimento do formulário, selecionando Notícias ao Minuto na categoria de Digital Media e formalizando depois a votação. Obrigada pela sua preferência!

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório