Meteorologia

  • 05 AGOSTO 2021
Tempo
28º
MIN 17º MÁX 28º

Edição

AO MINUTO: N.º de internados segue a descer. Recorde de testes diários cá

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo.

AO MINUTO: N.º de internados segue a descer. Recorde de testes diários cá

O Governo entregou formalmente à Comissão Europeia, esta quinta-feira, a versão final do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) para aceder às verbas comunitárias de recuperação da crise provocada pela pandemia. Segundo o primeiro-ministro, Portugal terá sido o primeiro Estado-membro a fazê-lo e o PRR prevê 36 reformas e 77 investimentos nas áreas sociais, clima e digitalização, num total de 13,9 mil milhões de euros em subvenções.

Já a Direção-Geral de Saúde (DGS) anunciou que atualizou as normas de vacinação contra a Covid-19 devido a uma maior disponibilidade de doses e vai começar a vacinação de pessoas entre os 16 e os 79 anos com doenças de risco acrescido. Durante a segunda fase, serão também vacinadas as pessoas que recuperaram da infeção, há, pelo menos, seis meses, sendo que podem ser vacinadas apenas com uma dose, independentemente da vacina. A vacinação destas pessoas terá início a partir do momento em que as pessoas com mais de 60 anos estiverem todas vacinadas.

Os dados mais recentes dão conta de que Portugal registou quatro mortes atribuídas à Covid-19 e mais 636 casos. Desde o início da pandemia, já foram contabilizados no nosso país um total de 16.956 óbitos e 832.891 infeções. 

Consulte os mapas da evolução da pandemia do novo coronavírus em Portugal e no Mundo.

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19:

15h50 - Boa tarde, este registo fica por aqui, mas pode continuar a acompanhar-nos através deste link.

15h25 - Milhões de crianças falharam vacinação do sarampo devido à pandemia. Mais de 16 milhões de crianças em África falharam a toma de doses da vacina do sarampo devido às perturbações causadas pela pandemia de covid-19 nos programas de imunização, estimou hoje a Organização Mundial de Saúde (OMS). De acordo com os dados preliminares, divulgados em antecipação à Semana Africana de Vacinação pelo escritório regional para África da OMS, cerca de 16,6 milhões de crianças no continente "falharam as doses planeadas de vacinas suplementares contra o sarampo entre janeiro de 2020 e abril de 2021".  

14h44 - Portugal regista mais quatro mortes e 636 novos casos em 24 horas. O país registou, nas últimas 24 horas, mais quatro mortes e 636 novos casos da Covid-19, segundo o mais recente boletim epidemiológico, divulgado esta quinta-feira pela Direção-Geral da Saúde (DGS). Desde o início da pandemia, já foram contabilizados um total de 16.956 óbitos e 832.891 infeções. Quanto a internamentos, estão 395 em unidades hospitalares em Portugal devido à Covid-19 (menos duas), sendo que, destas, 104 se encontram em Unidades de Cuidados Intensivos (menos seis). 

14h35 - São Miguel permanece em Alto Risco e regista 25 novos casos. A ilha de São Miguel, nos Açores, que continua em nível de Alto Risco, registou, nas últimas 24 horas, 25 novos casos de Covid-19 e 34 recuperações, informa hoje o boletim diário da Autoridade de Saúde Regional. De acordo com aquela entidade, nos novos casos em São Miguel, "em contexto de transmissão comunitária, resultam de 2.469 análises realizadas nos laboratórios de referência da região".

14h33 - Sindicato apela a organização do SNS para férias dos médicos. A dirigente do Sindicato dos Médicos da Zona Sul (SPMZ) Guida da Ponte apelou hoje às instituições do Serviço Nacional de Saúde para se organizarem de "forma eficaz" para que os médicos consigam marcar as suas fériasAo ter conhecimento de "dificuldades na organização" da elaboração dos períodos de férias dos médicos, o sindicado enviou, entre 16 e 19 de março, um requerimento a mais de 45 instituições do SNS. Nesse inquérito, o sindicato solicitava informação sobre a transferência do gozo de férias de 2020 para 2021, a majoração de dias de férias resultante da atribuição do prémio de desempenho no combate à pandemia de covid-19 e ao acréscimo de um dia de férias por cada cinco dias de férias não gozados no ano passado.

14h12 - Portugal atingiu recorde de 94 mil testes num dia. Total é de 10 milhões. Portugal atingiu na terça-feita um recorde de mais de 94 mil testes num dia, alcançando hoje cerca de dez milhões de diagnósticos feitos ao SARS-CoV-2, revelou o secretário de Estado Adjunto e da Saúde, em Leiria. "Há dois dias tivemos um recorde de testes à covid-19: mais de 94 mil testes. Relembro que, no início de março de 2020, tínhamos pouco mais de dois mil testes. Atingimos dez milhões de testes hoje, em números redondos, e fazemos mais de 970 mil testes por milhão de habitantes", disse António Sales.

13h55 - Portugal já administrou 2.711.174 vacinas contra a Covid-19. Já foram administradas 2.711.174 vacinas contra a Covid-19 no nosso país, como revela, esta quinta-feira, o Ministério da Saúde. Destas inoculações, 2.014.270 correspondem a primeiras doses e 696.904 dizem respeito a segundas doses da vacina.

13h34 - Autarca de Cinfães acredita que surto em duas escolas está controlado. O presidente da Câmara Municipal de Cinfães disse hoje à agência Lusa que acredita ter os surtos que surgiram nos centros escolares de Tarouquela e Cinfães controlados, mas ainda teme não poder avançar no desconfinamento.

13h32 - Madeira "nunca escondeu" números de casos. O secretário regional da Saúde da Madeira assegurou que o Governo Regional sempre foi transparente na divulgação dos casos Covid e admitiu que os dados da região e da Direção-Geral da Saúde "nunca vão bater certo". "Nada foi escondido, todos os casos foram reportados e informada a população do que se passava no dia-a-dia", frisou.

13h17 - Casos de infeção no mundo (já) superam os 143 milhões. A pandemia do novo coronavírus superou os 143 milhões de casos de infeção a nível mundial, com o registo de mais de 879 mil novos contágios nas últimas 24 horas, indicou hoje o balanço da France-Presse (AFP). No total, e desde que o novo coronavírus (SARS-CoV-2) foi identificado na China em dezembro de 2019, mais de 143.807.560 casos de infeção foram oficialmente diagnosticados em todo o mundo.

12h54 - Alemanha negoceia compra de 30 milhões de doses da vacina Sputnik V. A Alemanha está a negociar a compra de 30 milhões de doses da vacina russa contra a Covid-19 Sputnik V, anunciou hoje o primeiro-ministro do estado federado da Saxónia, Michael Kretschmer. "A Alemanha está a negociar a compra de três remessas de 10 milhões de doses em junho, julho e agosto", afirmou na sua conta do Twitter, depois de uma reunião com o ministro da Saúde russo, Mikhail Murashko. A condição para o negócio se concretizar "é uma rápida aprovação da Agência Europeia do Medicamento", acrescentou.

11h39 - Síria recebe mais de 200.000 doses da vacina da AstraZeneca. O governo sírio anunciou hoje a receção de 203.000 doses da vacina AstraZeneca, a primeira remessa do programa Covax, enquanto o setor da saúde enfrenta um aumento de infeções de Covid-19, num país devastado pela guerra.  

11h34 - UE estima que países sejam capazes de dar 3 milhões de vacinas por dia. A Comissão Europeia estimou hoje que os Estados-membros da União Europeia (UE) tenham, em breve, condições para administrar três milhões de doses de vacinas anticovid-19 por dia, numa altura em que foram já administradas 117 milhões de unidades. "Até hoje, já administrámos 117 milhões de doses de vacina na UE e estamos prestes a administrar três milhões de vacinas todos os dias", declarou a comissária europeia da Saúde, Stella Kyriakides.

11h05 - "Pandemia deu razões adicionais para acelerar transição climática". O ministro do Ambiente, João Matos Fernandes, afirmou hoje que a pandemia deu mais razões para acelerar a transição climática e que é fundamental que os Governos deem "o sinal certo" aos investidores. O governante sublinhou que África é particularmente afetada pelos efeitos das alterações climáticas e, para mitigar os seus efeitos naquela zona do globo, há contributos a dar por parte das empresas.

10h46 - África com mais 308 mortos e 12.463 infetados nas últimas 24 horas. África registou mais 308 mortes associadas à Covid-19 nas últimas 24 horas, para um total de 118.849 desde o início da pandemia, e 12.463 novos casos de infeção, segundo os dados oficiais mais recentes no continente. A África Austral continua a ser região mais afetada, registando 1.948.128 infetados e 61.530 mortos associados ao contágio com a doença. O Norte de África é a segunda zona mais atingida, com 1.330.672 infetados e 38.410 vítimas mortais.  

10h34 - Governo com "ambição" de ter plano aprovado em Bruxelas até junho. O Governo disse hoje esperar que o Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) seja aprovado até final de junho, ainda durante a presidência portuguesa da União Europeia (UE), afirmando que só recorre aos empréstimos mediante procura das empresas. "Aquilo que esperamos é que este processo de aprovação venha a ser concluído ainda durante o período da presidência portuguesa da UE, é essa a nossa ambição e a nossa expectativa", declarou o ministro do Planeamento, Nelson de Souza.

10h22 - Surto fecha escola básica de Perafita em Matosinhos até ao fim do mês. Onze casos confirmados de Covid-19 obrigaram a fechar até ao final do mês a Escola Básica de Perafita, em Matosinhos, distrito do Porto, anunciou a diretora, Mariana Espogeira, em comunicado dirigido aos encarregados de educação. Os alunos são de sete turmas diferentes da Escola Básica de Perafita, pelo que toda a comunidade escolar, profissionais e alunos dos 2.º e 3.º ciclos têm de ficar em isolamento profilático obrigatório até ao dia 30.

09h40 - Vacina? "Europa limitou-se a criar cooperativa de compradores inocentes". Constantino Sakellarides, atual membro do Conselho Nacional de Saúde Pública e antigo diretor-geral da Saúde, é o entrevistado de hoje do Vozes ao Minuto. Em entrevista ao Notícias ao Minuto, o também professor catedrático da Escola Nacional de Saúde Pública da Universidade Nova de Lisboa recorda que a “Europa é, de longe, a região com maior capacidade de produzir vacina”. Porém, não aproveitando a capacidade produtiva, “as autoridades europeias limitaram-se a criar uma cooperativa de compradores inocentes, quando é óbvio que a sua preocupação deveria estar centrada no planeamento da produção e na intervenção que permitisse uma cobertura satisfatória e a tempo da população europeia”

09h27 - Comissão Europeia prepara-se para levar AstraZeneca a tribunal. A Comissão Europeia está a preparar-se para levar a farmacêutica AstraZeneca a tribunal, avança o Politico. Consideram ter existido um incumprimento grave dos contratos de entrega de vacinas. O jornal confirmou a informação junto de cinco diplomatas europeus, um dos quais acrescentou ainda que o objetivo da ação legal deverá ser obrigar a AstraZeneca a entregar as doses da vacina com que se comprometeu

08h37 - China administrou cerca de 200 milhões de doses de vacinas. Cerca de 200 milhões de doses da vacina para a Covid-19 foram administradas até à data na China, com ênfase em funcionários da saúde, estudantes e pessoas que vivem em áreas fronteiriças, disseram hoje as autoridades.

08h28 - Von der Leyen saúda Portugal por ser primeiro país a entregar o PRR. A presidente da Comissão Europeia, Ursula von der Leyen, saudou, esta quinta-feira, a entrega do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR) português, considerando um marco importante na implementação da estratégia de recuperação europeia. Numa publicação na rede social Twitter, onde confirmou a receção do plano português, a presidente da Comissão Europeia escreveu: "Saúdo este importante marco na implementação do #NextGenerationEU para que a Europa saia mais forte da crise".

08h11 - Portugal já entregou em Bruxelas o PRR. "Foi o primeiro" país a fazê-lo. O Governo português entregou formalmente à Comissão Europeia, esta quinta-feira, a versão final do Plano de Recuperação e Resiliência (PRR). Numa publicação na rede social Twitter, António Costa garante, inclusive, que "Portugal foi o primeiro Estado-membro a apresentar o PRR".

08h57 - China com seis casos em 24 horas, todos oriundos do exterior. A China detetou seis casos de Covid-19, nas últimas 24 horas, todos oriundos do estrangeiro, anunciaram hoje as autoridades de saúde chinesas. Desde o início da pandemia da Covid-19, o país registou 90.547 casos da doença e 4.636 mortos.

07h43 - México com 549 mortos e 4.639 casos nas últimas 24 horas. O país registou 549 mortos por Covid-19 e 4.639 infetados nas últimas 24 horas, segundo as autoridades mexicanas. Desde o início da pandemia, o país contabilizou 213.597 óbitos e 2.315.811 casos de Covid-19.

07h37 - Valneva entra na 3.ª fase para comparar eficácia com AstraZeneca. O laboratório Valneva anunciou na quarta-feira que a vacina que desenvolveu contra o SARS-CoV-2 vai entrar na terceira fase de ensaios clínicos, a última etapa antes do pedido de comercialização do fármaco.

07h24 - EUA com 948 mortos e 56.456 casos nas últimas 24 horas. Os Estados Unidos registaram 948 mortos e 72.188 infetados com o novo coronavírus nas últimas 24 horas, segundo a contagem independente da Universidade Johns Hopkins. Desde o início da pandemia, o país acumulou 569.361 óbitos e 31.859.044 casos da doença. Os EUA são o país com mais mortes e também com mais casos.  

07h20 - Alemanha registou quase 30 mil casos e 259 mortes em 24 horas. A Alemanha regista, esta quinta-feira, mais 29.518 casos de Covid-19 e 259 mortes em 24 horas. Segundo os dados atualizados do Instituto Robert Koch, o país soma agora 3.217.710 casos da doença e 80.893 vítimas mortais desde o início da pandemia. Estima-se que aproximadamente 2.845.300 (mais 21.200 do que ontem) pessoas tenham recuperado da doença. O número de casos ativos de Covid-19 caiu em cerca de 8 mil para 291.500 pessoas.

07h18 - Consumo de álcool e tabaco aumentou do 1º para o 2º confinamento. Um estudo da Universidade do Minho, hoje revelado, concluiu que o consumo de álcool, tabaco e "comida de plástico" aumentou do primeiro para o segundo confinamento, sendo que o 'stress' e ansiedade tiveram "níveis semelhantes" no início de ambos.

07h12 - DGS atualiza normas e inicia a vacinação de quem tem entre 16 e 79 anos e doenças de risco.Direção-Geral de Saúde (DGS) anunciou que atualizou as normas de vacinação contra a Covid-19 devido a uma maior disponibilidade de doses e vai começar a vacinação de pessoas entre os 16 e os 79 anos com doenças de risco acrescido. Durante a segunda fase, serão também vacinadas as pessoas que recuperaram da infeção, há, pelo menos, seis meses, sendo que podem ser vacinadas apenas com uma dose, independentemente da vacina. A vacinação destas pessoas terá início a partir do momento em que as pessoas com mais de 60 anos estiverem todas vacinadas.

07h03 - Índia regista mais de 314 mil casos em 24 horas, novo recorde mundial. A Índia registou um novo máximo mundial de infetados com o novo coronavírus ao identificar mais de 314 mil casos nas últimas 24 horas, para além de 2.104 mortos. Os números foram divulgados hoje pelas autoridades de saúde do país, o segundo mais populoso do mundo, com quase 1,4 mil milhões de habitantes, onde cada vez mais pessoas doentes procuram respostas de um sistema de cuidados de saúde frágil, com falta de camas hospitalares e oxigénio.

07h00 - Bom dia, iniciamos um novo registo, mas pode recordar o anterior aqui.

Leia Também: AO MINUTO: França alivia medidas. Itália mantém recolher obrigatório

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório