Meteorologia

  • 18 SETEMBRO 2021
Tempo
18º
MIN 17º MÁX 24º

Edição

AO MINUTO: Brasil reporta 3.780 óbitos. Teletrabalho na Admin. Pública?

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19 em Portugal e no Mundo.

AO MINUTO: Brasil reporta 3.780 óbitos. Teletrabalho na Admin. Pública?

Portugal registou esta terça-feira duas mortes relacionadas com a Covid-19, o número mais baixo desde 6 de setembro, e 388 novos casos de infeção com o novo coronavírus. Desde março de 2020, Portugal já registou 16.845 mortes e 821.104 casos de infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2, que provoca a doença Covid-19.

Foi hoje divulgado, pela Organização Mundial de Saúde (OMS), o relatório sobre as origens do novo coronavírus. Conclui que a cidade de Wuhan e o mercado de Huanan, na China, não podem ser considerados como ponto de origem da pandemia. O OMS, porém, pede mais dados.

Consulte os mapas da evolução da pandemia do novo coronavírus em Portugal e no Mundo.

Acompanhe aqui AO MINUTO os mais recentes desenvolvimentos sobre a Covid-19:

00h00 - Suspendemos aqui o registo de hoje. O acompanhamento será retomado na manhã de quarta-feira. Já sabe, consulte a informação no site da DGS e acompanhe sempre as comunicações das autoridades competentes. Caso tenha sintomas:

SNS24 de Portugal Continental: 808 24 24 24

SNS24 da Madeira: 800 24 24 20

SNS24 dos Açores: 808 24 60 24

Só quer tirar dúvidas? Não assoberbe as linhas telefónicas: [email protected]

23h45 - Irlanda pondera requerer teste adicional à chegada ao país. A Irlanda vai exigir um teste à Covid-19 adicional a quem chegar ao país, esse teste acumula com o que já é exigido dias antes da viagem.

22h38 - Brasil reporta 3.780 óbitos num único dia, maior registo diário de sempre. As autoridades brasileiras de Saúde reportaram esta terça-feira mais 3.780 óbitos associados à Covid-19, referentes ao último dia e, portanto, o maior número diário registado no país desde o início da pandemia. O total de vítimas mortais acumuladas, por motivo do vírus SARS-CoV-2, é de 317.646. São notificados, ainda, mais 84.494 casos de infeção.

22h30 - Teletrabalho deve ser aplicado à Administração Pública. O regime de teletrabalho deve ser aplicado à Administração Pública, devendo ser utilizado para a "fixação de postos de trabalho fora dos grandes centros urbanos", segundo o Livro Verde sobre o Futuro do Trabalho, a que a Lusa teve acesso.

22h15 - Brasil nega certificação a fabricante da vacina indiana Covaxin. O Brasil negou a certificação à farmacêutica indiana Bharat Biotech, um requerimento obrigatório para que a autoridade de Saúde possa aprovar o uso definitivo ou emergencial de qualquer fármaco, indica a Agência Brasil.

20h47 - Recuperação das aprendizagens não será com "horas e mais horas" de aulas. As aprendizagens dos alunos perdidas durante o ensino à distância, imposto pela pandemia de Covid-19, não serão recuperadas com "horas e mais horas" de aulas, garantiu hoje o secretário de estado da Educação, João Costa.

20h30 - Autotestes? Infarmed já aprovou um, mas ainda não chegou às farmácias. O Infarmed já aprovou um autoteste à Covid-19, confirmou, esta terça-feira, a autoridade de saúde à RTP. Porém, o teste de despiste ao novo coronavírus, que pode ser feito em casa, ainda não chegou às farmácias e parafarmácias portuguesas. 

20h25 - Governo quer que TC alemão admita excecionalidade do Fundo de Recuperação. O Governo espera que o Tribunal Constitucional da Alemanha admita a "interpretação óbvia" de que o Fundo de Recuperação Europeu é um "instrumento excecional" usado numa "condição excecional", disse hoje o ministro dos Negócios Estrangeiros.

20h23 - CGTP salienta importância de diplomas promulgados para apoios sociais. A secretária-geral da CGTP, Isabel Camarinha, salientou hoje a importância da promulgação dos diplomas que vão reforçar os apoios sociais relacionados com a pandemia e considerou que não há justificação para o Governo os enviar para o Tribunal Constitucional.

19h55 - Madeira com 24 novos casos e 76 doentes recuperados. A Madeira registou hoje 24 novos casos de Covid-19, dois dos quais provenientes da Alemanha e os restantes de transmissão local, e 76 pessoas recuperam da doença, informa o boletim da Direção Regional da Saúde (DRS).

19h40 - Cerca de 86 mil famílias retomam pagamento dos empréstimos em abril. As moratórias privadas para o crédito à habitação acabam esta quarta-feira, dia 31 de março, para 86 mil particulares, segundo indicou hoje o governador do Banco de Portugal, Mário Centeno.

19h39 - Alemanha suspende vacina da AstraZeneca para menores de 60 anos. As autoridades de Saúde alemãs decidiram suspender a administração da vacina da AstraZeneca a pessoas com menos de 60 anos. A decisão surge depois de os governos de Berlim e Munique já terem avançado localmente para a suspensão, depois de terem detetado 31 casos de trombose e nove mortes.

19h02 - Teletrabalho obrigatório deve ser ponderado e moderado, diz UGT. A UGT defendeu hoje que a decisão do Governo de prolongar o teletrabalho obrigatório até ao final do ano "merece ponderação e moderação" e deve ser discutida na concertação social.

18h51 - França ultrapassa 95 mil mortos devido ao vírus. Nas últimas 24 horas morreram em França 381 pessoas devido à Covid-19, aumentando o total de óbitos para 95.337 desde o início da pandemia, segundo anunciaram hoje as autoridades sanitárias francesas.

18h47 - AstraZeneca diz que alteração de nome não afeta distribuição da vacina. A AstraZeneca justificou hoje a alteração do nome da sua vacina contra Covid-19 para Vaxzevria com razões comerciais, assegurando que "não significa qualquer mudança" na distribuição do fármaco, após críticas de produção insuficiente para a União Europeia (UE).

18h40 - Merkel reúne-se hoje com governos federais por causa da AstraZeneca. A chanceler alemã, Angela Merkel, vai debater hoje à noite com os governos federais a situação da vacina AstraZeneca, depois de vários estados terem suspendido a vacinação com o fármaco a menores de 60 anos.

18h25 - Portugal não pode isolar-se no contexto das decisões europeias. O governador do Banco de Portugal (BdP), Mário Centeno, disse hoje no parlamento que Portugal não se pode isolar no contexto das decisões europeias, sendo necessário agir com antecipação.

18h02 - Grécia bate recorde e supera 4 mil casos diários pela primeira vez. A Grécia bateu hoje o recorde de infeções num único dia ao somar 4.340 nas últimas 24 horas, assim como de pacientes entubados (741), um sinal da forte pressão que enfrenta a saúde pública grega devidos à doença Covid-19.

18h00 - Ausência do vírus nos esgotos da Feira desde 5 de março. A concessionária das redes de água e saneamento de Santa Maria da Feira já não deteta o vírus SARS-CoV-2 nos esgotos do concelho desde 5 de março, o que atribui a menos casos de Covid-19, divulgou hoje.

17h57 - Itália regista 529 óbitos e mais de 16 mil novos casos de Covid-19. Itália contabilizou nas últimas 24 horas mais 529 mortes associadas à Covid-19, numa subida em relação à véspera (417), e mais 16.017 novos casos de infeção por novo coronavírus, também numa subida em relação a segunda-feira (12.916).

17h52 - Espanha contabiliza mais 106 óbitos e 4.994 contágios no último dia. Autoridades de Saúde espanholas indicam que o número total de casos de contágio confirmados no país desde o início da pandemia é de 3.275.819. Morreram 75.305 pessoas por causa da doença Covid-19.

17h30 - Oeiras vai avançar com programa de testagem em massa. A Câmara de Oeiras vai intensificar os rastreios à Covid-19 a partir da próxima semana e colocar em marcha um programa de testagem rápida para detetar precocemente casos de infeção, anunciou hoje a autarquia.

17h14 - Missão da OMS privilegia hipótese de origem do coronavírus ser animal. A missão científica encarregada pela Organização Mundial da Saúde de investigar a origem da pandemia considera que é muito provável que o coronavírus SARS-CoV-2 tenha passado do reino animal para os humanos, mas ainda não determinou como aconteceu.

O diretor-geral da OMS, porém, pediu hoje uma nova investigação sobre a hipótese de a pandemia de Covid-19 ter sido causada por uma fuga de um laboratório na China, criticando a falta de acesso a dados brutos.

17h03 - Reino Unido reporta 56 óbitos e 4.040 casos no último dia. O Departamento de Saúde e de Assistência Social britânico reporta esta terça-feira mais 56 mortes associadas à Covid-19, uma subida em relação à véspera, e mais 4.040 novos casos de contágio, quando no dia anterior foram reportados 4.654.

16h55 - Marcelo sobrepôs "abusivamente o seu juízo político ao do Governo". Vital Moreira considera que o Presidente da República deixou "prevalecer as suas próprias opiniões políticas nas suas decisões institucionais" e desrespeitou a separação inscrita na Constituição. O constitucionalista defendeu ainda que Marcelo falhou no seu dever de ser neutral na disputa entre o Governo e a oposição. 

16h49 - Vacina da AstraZeneca muda de nome. A vacina contra a Covid-19 produzida pela farmacêutica AstraZeneca passa agora a chamar-se Vaxzevria. O anúncio foi feito pela agência do medicamento sueca Läkemedelsverket com base em dados fornecidos pela Agência Europeia do Medicamento (EMA).

16h46 - MAI registou "significativa redução da circulação" desde sexta-feira. O ministro da Administração Interna disse hoje que se tem registado "uma significativa redução da circulação" automóvel desde sexta-feira e "um cumprimento generalizado" das regras do estado de emergência devido à pandemia.

16h43 - Autarquia dá 1.000 vales de 20 euros para gastar no comércio local. A Câmara de Sabrosa vai conceder 1000 vales de 20 euros aos agregados familiares para serem gastos nos estabelecimentos comerciais e ajudar a atenuar o impacto da Covid-19, anunciou hoje o município do distrito de Vila Real.

16h40 - PM eslovaco demite-se, ministro das Finanças designado para o substituir. O primeiro-ministro da Eslováquia, Igor Matovic, demitiu-se hoje na sequência de fortes críticas sobre a sua gestão da pandemia de Covid-19 e a decisão de comprar a vacina russa contra o coronavírus, a Sputnik V.

16h33 - Moratórias. Centeno diz que é preciso "agir com antecipação". Centeno mostra-se confiante que "Portugal vai conseguir acompanhar a recuperação da atividade económica a nível mundial", mas deixa a indicação de que há "algumas incertezas" relativamente aos setores mais afetados pela crise. 

16h25 - Museus, monumentos e palácios nacionais reabrem a partir de 5 de abril. Os museus, monumentos e palácios nacionais tutelados pela Direção-Geral do Património Cultural (DGPC) reabrem a partir do dia 5 de abril, com horários adaptados a cada um, devido ao contexto da pandemia, revelou hoje aquele organismo.

16h22 - Mãe de Lucas Torreira morre de Covid-19, jogador autorizado a viajar. A sua mãe, Viviana Di Pascua, morreu de Covid-19 aos 53 anos. O médio do Atlético de Madrid já recebeu autorização do clube para viajar até ao Uruguai.

16h19 - MP investiga mortes no lar açoriano do Nordeste. O Ministério Público está a investigar o surto de Covid-19 ocorrido em 2020 num lar de idosos no Nordeste, em São Miguel, onde ocorreram 12 mortes, confirmou hoje à Lusa o gabinete da coordenadora da Comarca dos Açores.

16h06 - Residente de lares no Canadá não receberam ajuda médica suficiente durante primeira vaga, acusa relatório. Os residentes em lares de idosos no Canadá não receberam ajuda médica suficiente durante a primeira vaga da pandemia, de acordo com um novo estudo do Instituto de Informação de Saúde do Canadá, citado pelo Guardian. O relatório concluiu que 69% das mortes por Covid-19 no Canadá ocorreram em lares de idosos - um número superior à média internacional (41%). Entre 1 de março de 2020 e 15 de fevereiro deste ano morreram 14.700 residentes de lares de idosos (incluindo 30 funcionários) no Canadá.

16h03 - Novo voo da TAP entre São Paulo e Lisboa em 9 de abril. Um novo voo da TAP autorizado pelo Governo português entre São Paulo (Brasil) e Lisboa será realizado em 9 de abril, destinado aos portugueses ou estrangeiros residentes em Portugal afetados pela suspensão das ligações aéreas devido à Covid-19.

15h57 - Wuhan e mercado chinês não podem ser vistos como origem da pandemia. A cidade de Wuhan e o mercado de Huanan, na China, não podem ser considerados como ponto de origem da pandemia, conclui o relatório da equipa de cientistas da Organização Mundial da Saúde que investigou a origem do coronavírus. A investigação realizada por estes especialistas indica que houve casos iniciais que nada tinham a ver com o mercado Huanan, em Wuhan, e que agora se sabe que, em dezembro de 2019, houve uma transmissão considerável do vírus na comunidade que também não pode ser associada àquele lugar. Estas informações "sugerem que aquele mercado não foi a fonte do surto", afirma o relatório.

15h47 - Já começou conferência da OMS para apresentar relatório sobre origem do vírus:

15h34 - Uma publicação de agradecimento do diretor-geral da OMS.  Tedros Adhanom Ghebreyesus agradece a presidentes e primeiros-ministros a assinatura de tratado internacional para dar resposta a futuras emergências sanitárias. Entre eles, está António Costa.

15h31 - Áustria negoceia compra de um milhão de doses da russa Sputnik V. A Áustria anunciou hoje negociações com a Rússia para receber em breve um milhão de doses da vacina Sputnik V contra a Covid-19, atualmente a ser avaliada pelo regulador europeu.

15h30 - DGS aconselha: "Evite ficar mais de 30 minutos seguidos sentado ou deitado". Autoridade para a Saúde recorda, numa altura em que devemos ficar em casa, que "reduzir substancialmente a sua atividade física pode ser prejudicial para a sua saúde, bem-estar e qualidade de vida".

15h27 - Número mais baixo de internados em sete meses. O boletim epidemiológico da DGS revela que estão internados 584 doentes (menos 39 do que na segunda-feira), o mais baixo desde 23 de setembro, dia em que estavam internadas 571 pessoas. Nos cuidados intensivos, Portugal tem hoje 129 doentes, menos sete em relação a segunda-feira, valor mais baixo desde 12 de outubro, dia em que estavam internadas nestas unidades 128 pessoas.

15h20 - Portugal regista mais duas mortes e 388 novos casos. Desde dia 6 de setembro que não se registavam tão poucos óbitos em Portugal, dia em que também se contabilizaram dois. As duas mortes registadas nas últimas 24 horas ocorreram em Lisboa e Vale do Tejo.

Os casos ativos em Portugal continuam a registar uma diminuição, com 26.756 contabilizados hoje (menos 1.268), estando o número de novos casos confirmados, hoje de 388, com uma evolução estabilizada desde meados de março.

15h00 - Iniciámos um novo registo. Para conferir as atualizações da manhã clique aqui.

Leia Também: AO MINUTO: Portugal com número de mortos mais baixo desde 6 setembro

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Quinto ano consecutivo Escolha do Consumidor para Imprensa Online.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório