Meteorologia

  • 17 NOVEMBRO 2019
Tempo
15º
MIN 11º MÁX 17º

Edição

Ucrânia. Bebé agredido com violência pela mãe para ir a encontro

Menino de apenas um ano de idade foi encontrado muito debilitado pelos vizinhos. Atenção, a imagem que se encontra no meio do texto, embora não explícita, pode ferir susceptibilidades.

Ucrânia. Bebé agredido com violência pela mãe para ir a encontro

Um bebé foi violentamente agredido pela mãe, que depois o deixou sozinho no quarto onde ambos moravam para ir a um encontro, na cidade de Rivne, na Ucrânia

Mykyta, de apenas um ano de idade, foi encontrado pelos vizinhos muito debilitado, com sangue e hematomas, no passado dia 15 de outubro. A criança seria alvo de abusos continuados por parte da progenitora.

O menino morava com a mãe, de 19 anos de idade, num abrigo social. A jovem deixou o filho sozinho durante a maior parte do dia e os vizinhos, que sabiam que o bebé estava sozinho, decidiram ir verificar se estava bem.

"Quando entramos no quarto vimos Mykyta no berço. Tinha o olho direito negro. O nariz estava entupido com sangue seco e mal respirava. Começámos a trocar as suas roupas e vimos nódoas negras por todo o corpo. Uma das vizinhas desmaiou ao ver tudo isto", disse Tetiana Prymak, uma das testemunhas, à imprensa local, citada pelo Daily Mail.

Mykyta foi levado de urgência para o hospital, onde está internado em estado crítico, com os médicos a lutar pela sua recuperação. É possível que o menino tenha fraturas no crânio - que ainda não foi possível examinar devido à sua frágil condição.

Notícias ao MinutoO menino ainda se encontra internado nos cuidados intensivos© Reprodução

"Nunca vi um bebé num estado de negligência tão terrível. Achamos que a mãe nunca lhe mudou as roupas nem usou fraldas. A sua pele está numa condição lastimável", indicou Mykhailo Kulik, chefe da unidade de cuidados intensivos do hospital pediátrico regional de Rivne.

A mãe, que não é identificada, foi levada pela polícia para interrogatório, onde admitiu a agressão e revelou os motivos. "A mãe disse que estava stressada por causa do constante choro da criança. Deixou o bebé em casa sozinho para ir a um encontro", esclareceu o porta-voz da polícia, Anton Kruk.

Entretanto, a jovem mãe foi acusada de agressão e negligência parental, tendo sido aberto um processo criminal.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório