Meteorologia

  • 14 NOVEMBRO 2018
Tempo
14º
MIN 14º MÁX 15º

Edição

Gabão: Jornal suspenso por 3 meses por artigo sobre saúde do presidente

Um jornal do Gabão foi suspenso por três meses pela Alta Autoridade de Comunicação (HAC), após a publicação de um artigo intitulado "Gabão no piloto automático (muito perigoso)" sobre o estado de saúde do Presidente Ali Bongo Ondimba (na imagem).

Gabão: Jornal suspenso por 3 meses por artigo sobre saúde do presidente
Notícias ao Minuto

13:36 - 09/11/18 por Lusa

Mundo Ali Bongo Ondimba

A HAC critica este jornal, o L'Aube, por ter sugerido que o primeiro-ministro do Gabão devia investir o presidente do Senado para assegurar uma presidência provisória em caso de vazio de poder devido à ausência do Presidente, segundo um comunicado divulgado hoje.

"Isto não é apanágio de todos arriscarem a torto e a direito na interpretação aleatória" da lei, indicou Lucie Akalane, porta-voz da HAC.

Segundo Akalane, cabe ao HAC "indicar aos profissionais da imprensa que o direito é uma ciência (e) que os métodos e técnicas de interpretação de textos jurídicos são objeto de um ensino específico dada por membros da lei".

Orca Boudiandza Mouellé, editor-chefe do L'Aube, também está proibido por seis meses de "exercício da atividade de jornalista e da função de editor-chefe".

No final de outubro, o HAC suspendeu no Gabão a transmissão do canal de televisão Cameroon Vision 4 por anunciar, em direto, a morte do chefe de Estado.

Na passada sexta-feira, o canal ainda estava acessível em Libreville, capital do Gabão, através do Canal +, principal operadora audiovisual do país.

Na quinta-feira, históricos do Partido Democrático do Gabão (PDG) apelaram ao Governo que "comunique sensatamente" para "tranquilizar a opinião" sobre o estado de saúde do Presidente do país, Ali Bongo Ondimba, hospitalizado há duas semanas na Arábia Saudita.

A falta de informação sobre o estado de saúde de Bongo, de 59 anos, gerou preocupação e rumores no Gabão, desde a sua hospitalização, em 24 de outubro, em Riade, capital da Arábia Saudita, na sequência de um "mal-estar", segundo a presidência gabonesa.

Segundo a agência noticiosa France-Presse, uma fonte próxima do Presidente Bongo, que disse ter notícias na quarta-feira, referiu que o Presidente do Gabão teve um AVC (Acidente Vascular Cerebral), a causa da sua hospitalização.

Ali Bongo Ondimba ainda é oficialmente esperado em Paris, em 11 de novembro, por ocasião do centenário do fim da Primeira Guerra Mundial, segundo a France-Presse.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Campo obrigatório