Meteorologia

  • 20 JULHO 2019
Tempo
20º
MIN 17º MÁX 23º

Edição

Cancro no prato? Cinco hábitos alimentares que podem causar a doença

Mais e mais novos estudos confirmam a relação entre uma alimentação pobre em nutrientes e o risco de desenvolver certos tipos de tumores.

Cancro no prato? Cinco hábitos alimentares que podem causar a doença
Notícias ao Minuto

22:00 - 10/06/19 por Liliana Lopes Monteiro  

Lifestyle Cancro e alimentação

Ingerir uma alimentação pouco saudável aumenta exponencialmente o risco de desenvolver certos tipos de cancro, tanto quanto o consumo de álcool e mais do que o sedentarismo. 

Várias pesquisas sugerem que, muitos casos de cancro poderiam ter sido evitados com apenas algumas mudanças na dieta.

Os tipos de tumores mais afetados pela má alimentação são nomeadamente o cancro renal e os cancros da boca e da garganta.

Felizmente, mudar os hábitos alimentares não é uma missão impossível.

Eis os cinco principais maus hábitos que podem potencialmente causar cancro:

Comer muita carne vermelha e processada

Em média, ingerimos diariamente cerca de 28 gramas de carne processada (que inclui fiambre, salame ou presunto), e as estatísticas são semelhantes em muitos outros países.

Trata-se do dobro do valor diário desse tipo de produto, que foi oficialmente categorizado de cancerígeno pela Organização Mundial de Saúde (OMS). A ELEVADA ingestão de carne vermelha e carne processada aumenta o risco de cancro do estômago e colorretal.

Não consumimos lacticínios o suficiente

O consumo reduzido de produtos lácteos pode aumentar o risco de desenvolver cancro colorretal quase tanto quanto a falta de grãos integrais na dieta. Em média, consumimos apenas metade das três porções diárias recomendadas de laticínios, e os cientistas sugerem que a falta de produtos lácteos ricos em cálcio e vitamina podem ser responsáveis pelas taxas crescentes desse tipo de tumor. 

Ainda não comemos frutas e legumes como deveríamos

Devemos consumir diariamente quatro porções (cerca de duas xícaras, ou 150 g) de vegetais e três porções de frutas. 

Não comer a quantidade recomendada destes alimentos aumenta significativamente o risco de cancro da boca, garganta e pulmão. Ao comer frutas e legumes suficientes, reduz a probabilidade de desenvolver os tipos de tumores mencionados em cerca de 10%. 

Continuamos a consumir refrigerantes e outras bebidas com açúcar

Bebidas açúcaradas, como refrigerantes, café ou chá doce são perigosas para o sistema reprodutivo, assim como para os rins e fígado, aumentando o risco de desenvolver tumores cancerígenos nesses órgãos. Opte por bebidas com cafeína sem açúcar e sem adoçantes, e tente excluir completamente os refrigerantes da sua alimentação.

Temos que comer mais grãos integrais

A segunda principal causa de tumores associados à dieta é a falta de grãos integrais, como milho, aveia, arroz integral e muitos outros. Todos os adultos devem comer cerca de três porções de grãos todos os dias. As fibras, nutrientes, vitaminas e minerais, presentes nesses alimentos podem proteger-nos não só do cancro (particularmente os tumores do sistema digestivo e reprodutivo, bem como o cancro renal), mas também como de outro tipo de doenças, incluindo coronárias ou diabetes.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba dicas para uma vida melhor!

Moda e Beleza, Férias, Viagens, Hotéis e Restaurantes, Emprego, Espiritualidade, Relações e Sexo, Saúde e Perda de Peso

Obrigado por ter ativado as notificações de Lifestyle ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório