Meteorologia

  • 25 JUNHO 2018
Tempo
23º
MIN 21º MÁX 25º

Edição

Bruxelas propõe medidas para reduzir crédito malparado na UE

A Comissão Europeia propôs hoje um pacote de medidas para reduzir o crédito malparado na União Europeia (UE), prevendo, nomeadamente, que a banca disponha de reservas de fundos suficientes para cobrir riscos associados a empréstimos.

Bruxelas propõe medidas para reduzir crédito malparado na UE
Notícias ao Minuto

12:25 - 14/03/18 por Lusa

Economia Regras

O pacote hoje apresentado pretende "colocar o setor bancário da UE numa base ainda mais sólida para as futuras gerações, com bancos muito sólidos que desempenhem a sua função indispensável no financiamento da economia e no apoio ao crescimento", segundo um comunicado.

As medidas destinam-se a atingir quatro grandes objetivos, o primeiro dos quais é o de "assegurar que os bancos dispõem de reservas de fundos suficientes para cobrir os riscos associados a empréstimos que venham a conceder e que possam tornar-se crédito malparado".

Bruxelas quer ainda encorajar o desenvolvimento de mercados secundários nos quais os bancos possam vender o seu crédito malparado a gestores de crédito e a investidores, facilitar a cobrança de dívidas e fornecer orientações não vinculativas relativamente à reestruturação de bancos aos Estados-membros que o solicitarem, através de um roteiro de criação de sociedades de gestão de ativos ou outras medidas relativas a crédito malparado.

O pacote complementa os trabalhos relativos à União dos Mercados de Capitais e constitui um passo essencial para a conclusão da União Bancária, uma das prioridades imediatas acordadas pelos líderes da UE para reforçar a União Económica e Monetária Europeia.

Recomendados para si

Seja sempre o primeiro a saber.
Acompanhe o site eleito pelo segundo ano consecutivo Escolha do Consumidor.
Descarregue a nossa App gratuita.

Apple Store Download Google Play Download

Receba as melhoras dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório

Os cookies ajudam-nos a melhorar a sua experiência como utilizador.

Ao utilizar o nosso website, está a aceitar o uso de cookies e a concordar com a nossa política de utilização.