Meteorologia

  • 25 FEVEREIRO 2024
Tempo
14º
MIN 13º MÁX 18º

Prestação da casa sobe 262 euros para créditos de 150 mil a 12 meses

A prestação da casa paga ao banco vai subir em julho nos contratos indexados a taxas Euribor que sejam revistos nesse mês, agravando-se 262 euros no prazo a 12 meses, segundo a simulação da Deco/Dinheiro&Direitos.

Prestação da casa sobe 262 euros para créditos de 150 mil a 12 meses
Notícias ao Minuto

18:04 - 30/06/23 por Lusa

Economia DECO

Um cliente com um empréstimo no valor de 150 mil euros, a 30 anos, indexado à Euribor a seis meses e com um 'spread' (margem de lucro do banco) de 1%, passa a pagar a partir de julho 789,27 euros, o que traduz uma subida de 110,67 euros face à última revisão em janeiro.

Já no caso de um empréstimo nas mesmas condições (valor e prazo de amortização), mas indexado à Euribor a três meses, o cliente passa a pagar 763,24 euros, mais 54,79 euros do que paga desde abril.

Estes valores foram calculados tendo em conta as médias da Euribor no mês de junho, tendo sido a seis meses de 3,825% e a três meses de 3,536%.

Já no que diz respeito aos empréstimos indexados à Euribor a 12 meses, a prestação da casa -- para as condições referidas -- aumenta em julho para 805,87 euros, refletindo uma subida de 262,48 euros mensais.

Neste caso, este valor foi calculado tendo em conta a média da Euribor em junho que, a 12 meses, foi de 4,007%.

A evolução das taxas de juro Euribor está intimamente ligada às subidas ou descidas das taxas de juro diretoras BCE.

Após vários anos em terreno negativo, as Euribor começaram a subir mais significativamente desde 04 de fevereiro, depois de o Banco Central Europeu (BCE) ter admitido que poderia subir as taxas de juro diretoras devido ao aumento da inflação na zona euro.

De então para cá, o BCE já aumentou as taxas diretoras por várias vezes, o que significa um agravamento do valor que os clientes pagam pelos créditos, desde logo pelos empréstimos à habitação. Espera-se novo agravamento das taxas de juro do BCE em julho.

Leia Também: Prestação da casa teve subida homóloga de 35,4% (para 352€) em maio

Recomendados para si

;

Receba as melhores dicas de gestão de dinheiro, poupança e investimentos!

Tudo sobre os grandes negócios, finanças e economia.

Obrigado por ter ativado as notificações de Economia ao Minuto.

É um serviço gratuito, que pode sempre desativar.

Notícias ao Minuto Saber mais sobre notificações do browser

Campo obrigatório